quarta-feira, 25 de junho de 2014

Hora de dar um tempo

Faculdade, emprego público, bebê em casa, cursos de aperfeiçoamento, blog. São muitas as atribuições que vêm me tomando tempo no meu dia-a-dia. O caro leitor deve ter notado que as atualizações estão escassas e tudo isso tem a ver com todas essas atividades e/ou necessidades. Assim, pensei, refleti e decidi hoje, dia 25 de junho que é hora de dar um tempo no jornalismo. Talvez seja hora de parar. Ou não. Isso o tempo dirá. Eu, particularmente, não estou conseguindo atualizar o blog como gostaria. Sei que posso fazer muito mais e que tenho fontes e credibilidade suficientes para ter dez mil acessos diários fácil, fácil. Mas falta-me tempo.

Outro dia, sentei para escrever essas maltraçadas e já era quase meia-noite. Fi-lo depois de viajar a Assu, onde presto serviço a uma empresa pública federal, como concursado, assistir aula na faculdade, ajudar com a minha bebê em casa e ainda escrever um trabalho. Resultado: não sairia dali muita coisa. Fechei o notebook e tentei encontrar tempo no dia seguinte. Não deu. E tentei de novo no outro dia: não deu de novo. Ao final, passei quatro dias sem postar nada o que, claro, afasta os leitores e não me faz acompanhar os fatos como deveria e como sei fazer.

Pensei e repensei e então decidi que era hora de dar um tempo. Vou me dedicar ao emprego concursado que conquistei com muito estudo, tentarei arrumar mais tempo para a faculdade e vou curtir a minha bebê. É hora de pensar em mim e pedir licença a você, caro leitor.

Desde já agradeço pela confiança aqui depositada. Por vezes, mesmo ausente alguns dias, voltei em coberturas específicas com 14 mil acessos. Tudo isso só foi possível graças a você.

Só tenho palavras de agradecimento porque tenho a certeza de que tudo que fiz foi de boa-fé. Cometi erros, claro. Ninguém é perfeito. Mas se os fiz não foi por querer o mal de alguém. Estava, como sempre, defendendo um ponto de vista. Ou um interesse maior, como o da minha cidade.

Espero que vocês compreendam e me apoiem nessa decisão. Difícil, mas necessária neste momento.

Deixo o jornalismo com cinco prêmios, a editoria de três jornais diários, como um dos fundadores da primeira TV aberta da cidade, comentarista de rádio, editor que lançou o encadernamento nos jornais locais, que colocou o primeiro jornal na Internet e que lutou pela criação do curso de Comunicação Social junto com outros colegas de profissão. Orgulho-me de ter aberto as portas para dezenas - quiçá centenas - de profissionais que começaram pelas minhas mãos. Acho que deixei o meu legado.

Ao mesmo tempo, não vou mais atualizar as minhas contas no Twitter, Instagram e Facebook. Peço que, enquanto estiver me dedicando a minha bebê e à minha nova profissão, que respeitem essa decisão pois o que menos quero agora é aparecer. Aliás, o que quero mesmo é desaparecer. No bom sentido, lógico.

Os verdadeiros amigos que construí nessa trajetória sabem onde me encontrar. E sabem que terão de mim sempre uma palavra amiga, um conselho conciliador. A quem não me interessa, procurar-me será perda de tempo. O que eu quero mesmo é subir mais alguns degraus na profissão que abracei por último e que, mais uma vez, estou sendo bem sucedido.

Encerro com as palavras de Júlio César: Vim, vi, venci.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Rompimento é jogada de risco e aposta muito na caneta

O rompimento entre o prefeito Francisco José Júnior (PSD) e a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) é uma jogada de risco para o chefe do Executivo mossoroense. Ele assume, com a atitude, todo e qualquer risco com relação a campanha do vice-governador Robinson Faria (PSD) em Mossoró e ainda terá de eleger o seu candidato a deputado estadual.

Ao abrir mão da companhia de Fafá, Francisco terá como missão pelo menos vencer a eleição estadual em Mossoró, fazendo do vice-governador Robinson Faria (PSD) o nome mais votado. E ainda terá de eleger, com três de campanha, um nome a deputado estadual - que não pode ser o do seu pai, o ex-deputado Francisco José por este estar filiado ao Pros, partido da base do governadorável Henrique Eduardo Alves (PMDB).

Se vai conseguir ou não, isso só o tempo dirá. Mas a história política já mostrou por diversas vezes que só a caneta não é suficiente. É preciso mais do que isso. A começar por um grupo político forte, unido e coeso. O prefeito vai começar a construí-lo agora, com a virtual saída dos fafazistas da prefeitura. Ele precisará também de uma militância aguerrida, que até aqui foi a de Fafá.

Não dá para dizer se vai dar certo ou errado. Em política, tudo pode acontecer. Inclusive nada. Mas ao assumir sozinho, Silveira - como o prefeito é mais conhecido - tenta se lançar como liderança estadual. Se conseguir vencer com Robinson em Mossoró, mesmo que ele perca em nível estadual, sairá como o grande vencedor. Em caso contrário, pode enfrentar problemas na reeleição em 2016.

Porém, tudo agora é conjectura. Aguardemos os próximos capítulos da novela Eleições 2014.


Prefeito diz que não vai mais cumprir compromisso e rompe com Fafá e Dr. Leonardo

Aliança entre Fafá e Francisco José Jr. durou menos de um mês depois da sua posse na Prefeitura de Mossoró

Em reunião agora há pouco, na casa do prefeito Francisco José Jr. (PSD) foi posto um fim na aliança dele com a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) e o deputado estadual Dr. Leonardo (DEM). Na conversa entre as partes, Francisco disse que não poderia cumprir o acordo feito para a eleição suplementar, que seria apoiar Dr. Leonardo para deputado estadual. Fafá e Dr. Leonardo entenderam que se tratava de uma quebra de palavra e preferiram sair da aliança político-eleitoral.

Em contato rápido com o blog, o deputado disse que o seu grupo já havia cumprido com todos os compromissos antes, durante e depois da eleição suplementar. Explicou que Fafá se indispôs com o seu partido, com parte da sua família - alguns familiares votaram em Larissa porque esta tinha como vice Alex Moacir, que é casado com uma sobrinha da ex-prefeita - e que carregou o projeto em favor da cidade.

Cumprida essa missão, Fafá Rosado entende que fez a sua parte. O mesmo o deputado Dr. Leonardo. Fafá ser candidata ou não nunca foi posto na mesa e não havia qualquer tipo de constrangimento neste sentido até a eleição suplementar.

Por sua vez, o prefeito alegou que não poderia ser o coordenador da campanha de Robinson em Mossoró, enquanto que Fafá seria a coordenadora da campanha de Henrique.

Trocando em miúdos, sem o compromisso ser cumprido, cada um foi para o seu lado e agora seguirão em projetos políticos antagônicos. Coisas da política.


Após dois votos contrários, ministra pede vistas e 'salva' Betinho Rosado

O processo que pede a perda de mandato do deputado federal Betinho Rosado (PP) por ele ter trocado o Democratas pelo seu atual partido, entrou na pauta de julgamentos do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) na noite desta terça-feira, em Brasília. Ele chegou a receber dois votos contrários, mas acabou "salvo" pela ministra Luciana Lóssio, que pediu vistas do processo, apesar dele estar na corte há quase um ano.

A atitude da ministra do TSE evitou uma virtual cassação de Betinho, que já havia sido derrotado no próprio tribunal em vez anterior, quando tentou a desfiliação "por justa causa" e não conseguiu. Em Brasília, nos meios jurídicos, o processo é dado como "direito ruim", ou seja, dificilmente Betinho conseguirá reverter.

Mas, agora é aguardar. No meio judiciário de tudo pode acontecer. Betinho, assim, ganha sobrevida. E pode ser beneficiado pelo pedido de vista já que, não perdendo o mandato e muito menos os direitos políticos, poderá fazer campanha normalmente. Se a cassação realmente vier depois da campanha, eleito ou não ele já não precisará mais da decisão.


Larissa vence no TSE e está a um passo de voltar a ser elegível

Embora não tenha sido encerrada a votação, o placar de 5 x 0 no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em favor da deputada estadual Larissa Rosado (PSB) praticamente garante a sua elegibilidade para as eleições deste ano. A vitória reforma as decisões de primeira e segunda instâncias da Justiça Eleitoral potiguar, que haviam cassado os direitos políticos da parlamentar. Por não ter sido encerrada, a votação ainda não vale efetivamente. É preciso que seja encerrada e publicado o acórdão, mas o resultado de hoje já deixa claro que ela poderá participar da campanha à reeleição normalmente.

A vitória da parlamentar se deu em cima do processo que havia cassado inclusive o seu mandato, em segunda instância. Larissa foi acusada de abuso de poder midiático, ao supostamente utilizar seus veículos de comunicação para promoverem a sua candidatura em 2012. O TSE entendeu que não haveria motivo para a cassação do seu mandato e, portanto, ela deveria se manter com seus direitos políticos.

O fato é que tão logo seja encerrada a votação - só falta um voto - a deputada recupera seus direitos políticos. Só questão de tempo.


Dr. Leonardo: "Nosso compromisso com o prefeito está mantido, inclusive para a reeleição em 2016"

O deputado estadual Dr. Leonardo Nogueira (DEM) e a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) disseram ontem ao presidente estadual do PMDB e pré-candidato ao Governo do Estado, Henrique Eduardo Alves, que o compromisso com o prefeito Francisco José Júnior (PSD) em nível de Mossoró não poderia ser desfeito diante do cenário estadual montado, em que eles apoiarão Henrique ao Governo e Francisco ficará com o vice-governador Robinson Faria (PSD).

"Henrique entendeu e disse que respeitaria a situação em nível local. Não vai interferir na decisão do nosso grupo, que saiu vitorioso da última eleição municipal, ao lado do prefeito. O nosso compromisso com o prefeito está mantido, inclusive para a reeleição em 2016", anunciou o deputado, mantendo a coerência política.

A posição de Dr. Leonardo, que é a mesma de Fafá, saiu logo após reunião com Henrique que tratou também da posse de Fafá como presidente do diretório municipal do PMDB. "Henrique deixou Fafá a vontade para assumir o diretório. Ela preferiu vir antes a Mossoró para conversar com os vereadores Izabel Montenegro e Alex Moacir. Fátima quer a unidade do partido em Mossoró", anunciou o deputado.


segunda-feira, 23 de junho de 2014

Partidos da base do prefeito apoiarão Henrique para o Governo do Estado

Eleição estadual é sempre a mesma coisa. As milhares de lideranças envolvidas no processo acabam por não conseguir fechar uma chapa inteira do "mesmo lado". Os exemplos estão aí aos borbotões e todos levam em conta a realidade local.

Vejamos o exemplo da bancada de vereadores que apoia o prefeito Francisco José Júnior. A tendência é de que praticamente toda a bancada vote nos candidatos indicados por Francisco, porém a maioria não poderá subir no palanque do candidato ao Governo do prefeito, o vice-governador Robinson Faria (PSD), por exemplo.

Os vereadores do Democratas - como Manoel Bezerra de Maria (foto) - já disseram que apoiarão Robinson em Mossoró, seguindo a orientação do prefeito. Mas não poderão subir no palanque por temer a infidelidade partidária. Os parlamentares colocarão sua militância em favor do vice-governador, sem dúvida, mas o seu partido firmará aliança com o PMDB, do deputado Henrique Alves.

Outros partidos vão no mesmo diapasão, como é o caso do PTB, PV, Pros e Solidariedade. Todos fechados com o PMDB, mas os seus vereadores devem ficar com Robinson em Mossoró.

Se estendermos esse comentário aos municípios não faltará exemplos. Há gente até do PSB da candidata ao Senado Wilma de Faria que vai votar em Robinson para o Governo. Assim como a deputada estadual Gesanne Marinho (PSD) já abandonou o barco do vice-governador e foi para o lado de Henrique. E assim caminha a política do Rio Grande do Norte e do Brasil. Vale a realidade local e depois a estadual.

Para encerrar, uma pergunta: por que quem quer semear a discórdia entre o prefeito Francisco José Júnior e a ex-prefeita Fafá Rosado vende a imagem de que os dois vivem uma situação de quebra de confiança? Abre o olho, prefeito!


Francisco José Jr. não é menino

Tenho visto muita gente querendo tocar fogo na aliança envolvendo o prefeito Francisco José Júnior (PSD) e a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB). Por interesses meramente pessoais ou mesmo por problemas pessoais com a ex-prefeita, alguns desses interlocutores tentam vender a imagem de que  há uma ruptura entre os dois. Ou mesmo ficam instigando para que isso aconteça. Tolos.

Tratam Francisco José Júnior como se ele fosse menino, como se engolisse qualquer corda que lhe dessem. Ele é prefeito hoje, não por acaso. Francisco chegou até aqui porque soube agregar, trazer para perto de si o grupo de Fafá e a grande maioria dos vereadores, por exemplo. Construiu uma base sólida, maior até do que a da ex-prefeita Cláudia Regina (DEM). E fez isso em tempo recorde. Portanto, ele sabe o trabalho que deu construir a sua base política. Ele vai espalhar agora por que? Só para atender ao interesse pessoal de fulano ou sicrano? Duvido-d-o-dó, como diria a minha avó.

O fato, caro leitor, é que Francisco José Júnior será prefeito até 31 de dezembro de 2016 e tem uma base sólida para ser reeleito naquele ano. Por que prejudicar o que foi construído? Cada coisa no seu devido lugar e a seu tempo.

E eu tenho algumas certezas para chegar à conclusão de que Francisco não vai engolir a corda de quem quer espalhar os apoios que ele conquistou com tanto esforço. Vamos aos fatos:

1 - Francisco José Júnior vai realizar a reforma do secretariado do mesmo jeito que combinou com os aliados. Não há nenhuma novidade quanto a isso. Ele vai exonerar todos os secretários e vai convocar pelo menos 95% deles de volta. Entrarão novos nomes porque estes ocuparão novas secretarias ou espaços que já haviam sido prometidos aos partidos aliados. É o acertado há muito tempo.

2 - Francisco José Júnior será o coordenador da campanha de Robinson Faria em Mossoró. Qual a novidade nisso? Os dois são do mesmo partido.

3 - Fafá Rosado será candidata a deputado federal pelo seu partido, o PMDB, sem qualquer dificuldade com Francisco José Júnior. Silveira, como o prefeito é mais conhecido, sabe que Fafá precisa ser candidata agora por uma questão de sobrevivência política. Mais do que isso: ela não ficar com o seu partido significaria abrir mão de um cenário amplamente favorável a ela.

4 - Todos os cargos da prefeitura já são de Silveira. Por mais que Fafá tenha simpatizantes ocupando secretarias, todos são pessoas experientes, que sabem se tratar de cargos do prefeito. Ele tem a caneta e pode exonerar ou nomear quando quiser. Tem esse direito. E Fafá sabe disso, porque foi prefeita duas vezes e trabalhou com liberdade para nomear quem ela achava que deveria. Portanto, não há nem haverá dificuldade alguma quanto a isso.

5 - Francisco José Júnior não terminará sua administração nos próximos três meses. E ele é o líder do seu grupo, portanto precisará no futuro continuar tocando seu projeto político de reeleição.  Faz  uma excelente administração é bem avaliado e foi muito bem votado para prefeito.

Quem tenta tirar o prefeito da sua trajetória de vitória pensando em plantar dificuldades aonde não existe só quer prejudicá-lo. As vozes conciliatórias, mesmo não sendo ouvidas neste momento, apontam sempre para um caminho do bem. Sem fantasias e sem cortinas de fumaça, tentando esconder o que realmente querem.

Em política, não há espaço para crianças. E Francisco José Jr. não é menino. Essas vozes da discórdia, cobras já conhecidas por todos por só saberem destilar veneno, nunca levaram ninguém a lugar algum. Basta ver no histórico de cada um.


quinta-feira, 19 de junho de 2014

Henrique garante condições de elegibilidade e Fafá será candidata a deputado federal


A ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB) anunciou hoje ao deputado federal Henrique Eduardo Alves que aceitará o seu convite para assumir o diretório municipal da legenda em Mossoró e será candidata a deputado federal nas eleições deste ano. Henrique garantiu a Fafá as condições de elegibilidade que ela precisava para topar a parada. E agora a ex-prefeita vai a luta.

A decisão de Fafá saiu hoje, após ela ouvir muitos amigos de diversos segmentos e, principalmente, o prefeito Francisco José Júnior (PSD). Fafá deixou claro a a Silveira, como o prefeito é mais conhecido, que o seu projeto político estadual em nada  interfere na relação dos dois e que continuará dando apoio político à sua administração, que tem sido eivada de acertos.

"A parceria com o prefeito vai permanecer e ele entendeu a nossa opção. Estaremos em palanques opostos em nível estadual, mas o nosso propósito de continuarmos a trabalhar juntos por Mossoró está mantido", garantiu a ex-prefeita, aproveitando para agradecer ao reconhecimento do seu grupo político por parte de Francisco José Júnior.

O prefeito queria Fafá no palanque do seu aliado, o vice-governador Robinson Faria (PSD), mas entendeu que a ex-prefeita teria de abrir mão do projeto de disputar uma cadeira em Brasília este ano. Francisco José Júnior compreendeu que se tratava de preço muito alto para se pagar em nome do projeto do vice-governador. "A conversa, como sempre, foi em alto nível e chegamos a um entendimento", explicou Fafá.

Uma das condições apresentadas por Henrique para convencer Fafá foi a de que ela terá bases que antes o apoiavam e que na região Oeste seu nome será o principal na disputa de deputado federal.

A posse de Fafá no diretório municipal do PMDB deve ocorrer na semana que vem, possivelmente no dia 25, em grande festa. Também será a oportunidade dela anunciar pessoalmente aos amigos o seu projeto político para 2014.

Candidata a deputado federal, Fafá Rosado fará dobradinha com o marido, Dr. Leonardo Nogueira (DEM), que será candidato à reeleição de deputado estadual.


segunda-feira, 16 de junho de 2014

Estação das Artes e Tapera Copa transmitem jogo da Seleção Brasileira nesta terça

A Estação das Artes e a Tapera Copa transmitirão o segundo jogo da Seleção Brasileira, nesta terça-feira, 17, a partir das 16h. Os torcedores poderão acompanhar a disputa entre Brasil e México através de telões montados nos dois ambientes.

A programação faz parte do Mossoró Cidade Junina que, neste período de Copa do Mundo, acontece em dias e horários especiais em virtude do mundial de futebol. Após o jogo, a esperada vitória da seleção canarinho será comemorada na Estação das Artes com os shows de Flor Mania e Galopeiros do Forró.

Os telões ficarão disponíveis para a exibição dos jogos da seleção brasileira durante a Copa do Mundo.

Expediente reduzido
Nesta terça-feira, 17, os órgãos e entidades da administração pública municipal funcionarão até às 12h. De acordo com o decreto N° 4.342 de 06 de junho de 2014, o expediente reduzido é válido para os jogos da primeira fase da Copa do Mundo. O documento recomenda ainda que seja preservado o funcionamento dos serviços essenciais à população.


Após derrota dentro do Democratas, Rosalba é cortejada por Robinson

De bobo, o vice-governador Robinson Faria (PSD) não tem nada. Depois da reunião do Democratas que alijou a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) de disputar a reeleição, ele se apressou em divulgar nota de solidariedade à atual chefe do Executivo potiguar.

Como quem não quer nada, a nota traz elogios a Rosalba e afagos, apresentando Robinson como ombro amigo depois da "injustiça" sofrida pela governadora no episódio.

Para qualquer analista político, por mais bobo que seja, é um convite velado para que a governadora apoie Robinson. E a melhor forma de fazer isso seria renunciando ao Governo, dando ao atual vice-governador a caneta para crescer na disputa. É possível? Hoje, acho que não. Porém, em política não se pode duvidar de nada.

Veja abaixo a nota na íntegra:

Todo o Rio Grande do Norte conhece a divergência política que tive com a governadora Rosalba Ciarlini no episódio que resultou no meu rompimento e afastamento político no primeiro ano de governo, em 2011. As razões e motivos recíprocos foram divulgados, mas devo lembrar que jamais existiu entre nós desrespeito recíproco, prevalecendo sempre o direito de opinião e de posicionamento partidário.
Ao tomar conhecimento de fatos públicos ocorridos na Convenção do DEM, partido ao qual a governadora Rosalba Ciarlini é filiada desde a fundação, não desejo emitir opinião política, por tratar-se de assunto interno de uma agremiação partidária, nem tão pouco buscar proveito eleitoral.
Como cidadão, lamento o ocorrido. Foi no mínimo um desrespeito e um mau exemplo para a história política do Rio Grande do Norte, cujo futuro depende do comportamento ético e democrático dos eleitos pelas urnas. O pleito de outubro se aproxima e os eleitores terão a oportunidade de reagir ao ocorrido.
O princípio do respeito à cidadania, pluralismo político e dignidade estão consagrados na Constituição Federal Brasileira, dentre os princípios fundamentais do nosso Estado Democrático. Um partido político e seus dirigentes têm o dever de preservar tais valores.
Ao excluir a governadora do direito a concorrer a reeleição por um conchavo político para beneficiar grupos familiares que dominam o Rio Grande do Norte há anos, eles mostraram mais uma vez o pensamento pequeno, antidemocrático e desigual a Rosalba e mais ainda aos eleitores.
Se uma palavra pudesse dirigir aos que foram vencidos na recente Convenção do DEM, repetiria o poeta Jorge Luis Borges: ”Há derrotas que têm mais dignidade do que a vitória”.
Vamos em frente!
Robinson Faria
Vice-governador do RN

domingo, 15 de junho de 2014

José Agripino: 'A minha presença na política do RN não envergonha ninguém'

Após o resultado da convenção do Democratas, que alijou a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) de ser candidata à reeleição, o senador José Agripino falou à imprensa. Foi uma mensagem cheia de indiretas e recados à governadora e ao seu marido, o ex-deputado Carlos Augusto Rosado (DEM). Veja abaixo no vídeo publicado pelo jornalista Carlos Skarlack, em seu blog (www.blogdoskarlack.com):




Rosalba perde na convenção do Democratas e está fora da disputa à reeleição

Senador José Agripino discursa olho no olho do ex-deputado Carlos Augusto, marido de Rosalba

Por 121 votos contra e 63 a favor, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) não terá legenda para disputar a reeleição. Foi o que ficou decidido na convenção do Democratas, na manhã/tarde de hoje. O resultado foi divulgado agora há pouco por Manoel Pereira, secretário do diretório estadual do Democratas.

A votação apenas confirmou o que todo mundo esperava: a vitória da tese do senador José Agripino (DEM) de evitar a candidatura ao Governo, buscando coligações apenas na proporcional.

O dia foi recheado de muita polêmica e pressão. Rosalba chegou a discursar e pediu um voto de confiança nos deputados. Garantiu que faria coligações e que viabilizaria seu nome juridicamente - atualmente, Rosalba é inelegível por sentença das Justiça Eleitoral em primeiro e segundo graus.

Agripino defendeu a tese da proporcional por entender que não havia mais tempo para que o Democratas articulasse qualquer coligação que viabilizasse a eleição dos deputados - especialmente do seu filho, o federal Felipe Maia, único nome da legenda para disputar o cargo.

Ao final, o resultado da votação foi o seguinte:

Agripino (tese proporcional) - 121 votos

Rosalba (reeleição) - 63 votos

Votos nulo - 9

Em branco - 2

Abstenções - 48

* Foto: Blog do Carlos Skarlack (www.blogdoskarlack.com)


Agripino diz que pode ser vice de Aécio Neves

Deixando claro que estava anunciando o fato sem açodamento, o presidente nacional do Democratas, o senador José Agripino (DEM), colocou o seu nome à disposição para ser vice do presidenciável Aécio Neves (PSDB), que teve candidatura confirmada ontem, em convenção nacional. O anúncio de Agripino foi, paradoxalmente, durante a convenção do Democratas, que acontece neste momento e que decide o destino da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) que, por ele, não será candidata à reeleição.

O nome do senador é ventilado pela legenda em nível nacional. O partido, no entanto, não condiciona o apoio a Aécio a essa indicação. Existe, porém, uma articulação de bastidores do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB), assediando os democratas. Mas a legenda quer manter a coerência e partir do lado do PSDB.

Aécio é hoje o nome que aparece com mais chances de derrotar a presidente Dilma Rousseff (PT).

* Foto: Blog do Skarlack (www.blogdoskarlack.com) - que faz cobertura em tempo real, do local. Acompanhe!


PPS é primeiro partido a oficializar apoio a Henrique e Wilma

A presidente do PSB/RN, ex-governadora Wilma de Faria, participou, ao lado do presidente da Câmara Federal, deputado Henrique Alves, da Convenção Eleitoral do Partido Popular Socialista (PPS), no início da tarde de ontem, sábado (14), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O PPS é o primeiro partido do arco de aliança que está sendo construído para resgate do Rio Grande do Norte a homologar apoio às pré-candidaturas de Wilma de Faria ao Senado Federal e as de Henrique Alves e João Maia ao Governo do RN.

O presidente estadual do PPS, Wober Júnior, em seu discurso, destacou a situação de abandono governamental que se encontra o estado, exaltou a experiência de Henrique Alves e relembrou as benfeitorias realizadas por Wilma quando governadora, além de ressaltar a larga folha de serviço prestado pela peessebista. “A gente não vai se enganar. Vai acertar no Governo e no Senado com Henrique e Wilma”, observou.

A vice-prefeita de Natal falou da importância dessa aliança para o estado, da capacidade de Henrique em trazer recursos para o estado, ressaltou a pré-candidatura de Eduardo Campos à presidência da república e comentou sobre a sua aprovação popular. “Todos os cargos públicos que exerci sempre fui bem avaliada porque trabalhei e cumpri a minha missão. E isso é dito até pelos que faziam oposição a mim”.

Para finalizar, afirmou que vai continuar trabalhando em favor do estado e que, junto com Henrique, quer construir um RN que o povo deseja. “A união é com o Rio Grande do Norte. A nossa preocupação é com o Rio Grande do Norte”, afirmou Wilma.

Henrique Alves agradeceu o apoio do PPS e a atitude de Wilma em desistir da candidatura ao governo para ajudar o RN crescer, mesmo estando na liderança das pesquisas. “É preciso unir inteligência e consciência para tirar o RN desse caos que se encontra”, disse Henrique.

REUNIÃO
Pouco antes, eles participaram de reunião com vereadores para diagnosticar as alianças. Estavam presentes: o ministro Garibaldi Alves e os vereadores Franklin Capistrano (PSB), Júlia Arruda (PSB), Rafael Motta (PROS), Felipe Alves (PMDB), Adão Eridan (PR), Ubaldo Fernandes (PMDB), Bispo Francisco Assis (PSB), Albert Dickson (PP) e Chagas Catarino (PP).


sábado, 14 de junho de 2014

Rosalba protocola pedido de candidatura e tenta última cartada na convenção do DEM

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) ainda não desistiu de ser candidata ao Governo agora em 2014. Desgastada e com uma administração mal avaliada, ela foi preterida pelo diretório estadual, em reunião no último dia 2. Os presentes preferem que o partido esteja coligado ao PMDB na chapa proporcional.

Mesmo assim, Rosalba insiste na candidatura. Ela tem conversado com aliados de Natal e interior. Vários interlocutores trabalham desde o fim da reunião do diretório estadual para tentar reverter a situação e garantir a governadora o direito à reeleição.

Mas o páreo promete ser duro. É que o senador José Agripino (DEM), que é o presidente nacional da legenda e quem manda no diretório estadual, também tem trabalhado para evitar surpresas. O projeto de Agripino é reeleger o filho, Felipe Maia (DEM), deputado federal. E para isso, ele não pode embarcar na candidatura de Rosalba, sozinha.

A convenção do Democratas neste domingo (15) promete muitas emoções.


Francisco José Jr. se empolga com multidão na primeira noite do Cidade Junina

O prefeito Francisco José Júnior (PSD) ficou empolgado com o sucesso da primeira noite de shows do Mossoró Cidade Junina 2014. A festa de ontem à noite, com a banda Aviões do Forró, levou um público gigante à Estação das Artes Elizeu Ventania, com mais de 50 mil pessoas dentro e no entorno.

Francisco José Júnior disse à imprensa presente no local estar muito feliz por ver a população abraçando a edição deste ano do MCJ. "É um grande desafio para mim, no primeiro ano da minha administração, realizar um evento deste tamanho, com participação popular expressiva", argumentou.

Hoje à noite tem mais. É a apresentação da banda Garota Safada, que duela com Aviões, o título de maior do forró do momento.

* Foto: Blog do Carlos Skarlack (www.blogdoskarlack.com)


quinta-feira, 12 de junho de 2014

Prefeitura convoca professores para escolas municipais


A Prefeitura Municipal convocou 150 professores para atuarem na Rede Municipal. Os professores chamados já estão em processo de entrega de documentos e começarão a atuar no segundo semestre do ano letivo nas escolas e Unidades de Educação Infantil do município.

Foram chamados cem pedagogos e cinquenta professores de áreas de português, matemática, história e geografia. A contratação visa atender a demanda das turmas de crianças e adolescentes. Os professores trabalharão 40 horas semanais.

“A contratação desses profissionais irá repercutir diretamente na qualidade do nosso ensino. Essa carência estava sobrecarregando os professores que trabalhavam demais e o impacto do cansaço refletia nos alunos”, disse Jailma Soares, coordenadora pedagógica.

                  

Estação e Tapera Copa estão prontas para receber torcedores


A Estação das Artes e a Tapera Copa já estão prontas para receber os torcedores que acompanharão o primeiro jogo da seleção brasileira, nesta quinta-feira, 12. Os dois espaços do Mossoró Cidade Junina terão telões para que os visitantes possam assistir a estreia da seleção.

Os últimos detalhes foram ajustados e os ambientes prometem acolher um grande número de torcedores que, após a partida, já poderão curtir os quase 30 projetos culturais que compõem o MCJ. “Logo que terminar o jogo, a festa começa no palco principal na Estação das Artes”, informou Gustavo Rosado, secretário da Cultura.

Os visitantes que acompanharem o jogo da seleção na Estação e Tapera poderão participar da promoção Skol em Dobro: a cada cerveja comprada, o torcedor ganhará mais uma. A promoção é válida somente nas barracas montadas nos dois ambientes durante a estreia do Brasil.

                  

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Fafá vira a 'noiva' preferida da política de Mossoró

A principal liderança no tabuleiro da sucessão estadual, em Mossoró, é sem dúvida alguma a ex-prefeita Fafá Rosado (PMDB). Não se trata de desmerecimento às demais lideranças, mas o fato é que, hoje, todos querem saber: com quem Fafá vai ficar? Diante da definição da maioria dos políticos locais, a sua indefinição até agora é o que mais chama a atenção no cenário mossoroense.

Ela houve recebeu em sua casa o vice-governador Robinson Faria (PSD). Ele foi reafirmar o convite para que Fafá faça parte do grupo que irá apoiá-lo na campanha ao Governo. Não deu resposta e ficou de pensar. Fafá explicou, dentre outras coisas, que é filiada ao PMDB e acabara de receber convite para participar da campanha como candidata.

O fato é que a ex-prefeita está consultando as bases. Tem reunidos familiares, amigos e correligionários para ouvir sobre o seu futuro político. Há algumas opções claras:

1 - Ficar no PMDB e ser candidata a deputado federal, com apoio do governadorável Henrique Eduardo Alves (PMDB).

2 - Ficar no PMDB, mas não ser candidata a nada, trabalhando apenas a reeleição do deputado estadual Dr. Leonardo Nogueira (DEM), seu marido.

3 - Romper com Henrique e ficar com Robinson, apoiando-o nas eleições deste ano, sem ser candidata.

O blog aposta que, independentemente do que decida, Fafá conversará com o prefeito Francisco José Jr. (PSD), com quem mantém parceria política e administrativa. As eleições 2014, seja qual dos três itens for o escolhido, não abalarão essa relação, segundo ouvi da própria ex-prefeita.


Discutidos últimos ajustes da segurança do Mossoró Cidade Junina 2014

Na manhã desta quarta-feira, 11, aconteceu no II Batalhão da Polícia Militar uma reunião para os ajustes finais sobre a segurança durante o Mossoró Cidade Junina.

A reunião contou com a participação dos representantes da Guarda Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Trânsito, além do secretário da Cultura, Gustavo Rosado, e do representante da Gondim e Garcia, responsável pela execução do Mossoró Cidade Junina.

A segurança do evento já entra em ação nesta quinta-feira, 12, quando ocorre a estreia do Jogo do Brasil. A transmissão será feita no Tapera Copa e na Estação das Artes. Já estão escalados 150 Policiais Militares, que contarão com o apoio da Guarda Civil, dos Agentes de Trânsito, Corpo de Bombeiros e a Segurança Privada.

Segundo o Diretor de Fiscalização de Trânsito, Luís Corrêa, a interdição da Rua Rio Branco e da Alberto Maranhão começa a ser feita a partir das 17h. Vinte e Quatro agentes de trânsito ficarão responsáveis pelas interdições.

“Todos os ajustes estão sendo tomados para que haja total tranquilidade no Mossoró Cidade Junina”, disse o Coronel Alvibar Gomes.


Servidores do município receberão aumento em folha suplementar no final de semana

Francisco José Júnior fala sobre reajuste para servidores aprovado pela Câmara

Os servidores do município receberão nas próximas 72 horas o reajuste salarial de 6%, com data base para o mês de maio. Todas as categorias terão direito ao aumento, exceto os funcionários da Educação que conquistaram reajuste de mais de 8% em janeiro.

“Uma folha suplementar foi elaborada para que os servidores tenham acesso ao recurso referente a maio. O reajuste foi encaminhado nesta quarta-feira, 11, para o banco que precisa de até 72 horas para distribuir a quantia para as contas dos servidores. A partir deste mês, o aumento passa a integrar a folha de pagamento regular”, explicou Sebastião Almeida, secretário da Administração. Com isso, o dinheiro deve estar nas contas provavelmente no sábado pela manhã. O servidor pode utilizar seu cartão para utilizar as máquinas de auto-atendimento e sacar o que lhe foi concedido.

O reajuste é resultado do compromisso assumido pelo prefeito Francisco José Júnior com os funcionários municipais, ressaltando a importância da valorização do servidor para um serviço público de qualidade. “O projeto foi encaminhado para avaliação da Câmara Municipal de Mossoró, que aprovou o aumento. A partir disso, tomamos as providências necessárias para que o funcionário tenha acesso ao recurso o quanto antes”, complementou Sebastião.


Juiz multa rádio, mas inocenta prefeito, vice e Assembleia de Deus

Depois de assumir o comando da 34ª Zona Eleitoral de Mossoró, o juiz Patrício Lobo já começou a decidir alguns processos das eleições municipais suplementares de 4 de maio.

E a primeira sentença foi relativa a ação movida pela Coligação Unidos Por Mossoró, que apresentou a deputada estadual, Larissa Rosado, PSB, como candidata a prefeito.

No processo foram arrolados a Igreja Assembleia de Deus e a Rádio Libertadora Mossoroense, além do prefeito e o vice-prefeito da cidade, respectivamente, Francisco José Júnior, PSD e Luiz Carlos, PT.

Na visão de Larissa, através de sua assessoria jurídica, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, a Rádio Libertadora e a TV Assembleia teriam praticado crime eleitoral, durante um culto da denominação, em que os então candidatos, Francisco José Júnior e Luiz Carlos participaram de um culto no templo sede da AD, no período de campanha eleitoral.

O juiz eleitoral inocentou a Assembleia de Deus, o prefeito e o vice-prefeito.

Todavia, aplicou uma multa de R$ 21 mil por entender que ao transmitir o culto em que o prefeito e o vice foram citados, a Rádio Libertadora infringiu a legislação eleitoral.

A assessoria jurídica da AD já apresentou defensa.

* Texto: Blog do Skarlack (www.blogdoskarlack.com)


Presidente Francisco Carlos abre diálogo com servidores do Legislativo

Assumindo o diálogo como ferramenta de fomentação do espaço democrático, o presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Francisco Carlos (PV) recebeu em audiência a diretoria do Sindicato dos Servidores da Câmara Municipal de Mossoró. Na oportunidade, o presidente recentemente eleito e empossado no cargo, ouviu as boas vindas dos servidores como também a exposição de uma pauta de questões pendentes, solicitadas pela categoria.

“Esse tipo de encontro é importante para mantermos uma boa relação entre administração e servidores, já que o interesse comum é de trabalhar com benefícios para a sociedade mossoroense”, avaliou o presidente Francisco Carlos. Ele reforçou que esse foi apenas o primeiro de muitos contatos que sua administração terá com o corpo funcional da casa, representada por seu sindicato. Confirmando assim a proposta de uma gestão aberta.

Participaram do encontro, entre outros servidores, a presidente do sindicato, Cledna Dias e o seu diretor Chagas Moura. “Foi uma boa conversa e, entre outros temas, tratamos de questões funcionais esperando um bom relacionamento e melhorias nas condições de trabalho, acreditando que as providências virão”, comentou a presidente do sindicato. Cledna lembrou que outras conquistas já foram asseguradas em benefício do servidor, e agora é chegado o momento de melhor estruturar as condições de trabalho.


Lei da Promoção garante sucessão na Polícia Militar e Corpo de Bombeiros

Após quase dois séculos, os Praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio Grande do Norte terão garantido sua ascensão funcional na carreira militar estadual.

Isso por que a Governadora do Estado Rosalba Ciarlini sancionou na tarde da segunda-feira, 9, a Lei de Promoção de Praças dos Militares Estaduais. Com a nova legislação, os militares garantem a ascensão funcional até a graduação de subtenente decorridos os interstícios previstos na Lei para as devidas promoções.

Em conversa com o Comandante Geral, Coronel Araújo, o mesmo informou que não houve alteração no texto votado pela Assembleia Legislativa, tendo a Governadora sancionado na íntegra. 

A Lei de Promoção já se encontra publicada na versão on line do Diário Oficial do Estado; no entanto, devido ao grande número de acessos, o site do DOE encontra-se fora do ar, dificultando a visualização do texto sancionado pela Chefe do Executivo.


terça-feira, 10 de junho de 2014

Prefeitura entrega coletes à prova de bala a Guarda Civil


Com o objetivo de proporcionar mais segurança a Guarda Civil Municipal e melhorar o trabalho que é oferecido à população, a Prefeitura de Mossoró vem investido em equipamentos que auxiliam no trabalho dos profissionais. Na manhã desta terça-feira, 10, o prefeito Francisco José Junior entregou trinta coletes de nível “III – A”, aquisição que vai garantir mais segurança para as equipes que atuam na proteção do patrimônio público e auxiliam as polícias no combate ao crime.

Na ocasião o prefeito destacou a necessidade de estar sempre investindo na segurança da Guarda, considerando a importância do trabalho dos profissionais para a cidade de Mossoró. “Sei o quanto a categoria esperava por esse equipamento e o quanto vai melhorar em termos de condições de trabalho. Tenho muito orgulho da nossa guarda, são profissionais sérios e qualificados. É uma preocupação nossa procurar sempre investir nas condições de trabalho de quem faz a segurança da nossa cidade”, disse.

De acordo com o Comandante da Guarda Civil, Júlio César, estes equipamentos têm potência de aguentar disparos de fuzil 357 e pistolas “ponto 40” e 765. “Os coletes representam uma reivindicação antiga da corporação. A solicitação deste auxílio vem desde que eles iniciaram os trabalhos. Este é apenas o início do investimento que estamos fazendo para auxiliar na Segurança Pública”, destaca.

Para o GCM Dantas a entrega dos coletes mostra a preocupação da Prefeitura com a segurança da Guarda Civil e com as condições de trabalho. “Com esse equipamento a gente trabalha com mais segurança e, consequentemente, teremos condições de proporcionar a população um trabalho mais eficiente”, diz.

Com Mossoró inserida no Brasil Mais Seguro outros investimentos estão para chegar a Mossoró. O prefeito anunciou que chegará mais duas viaturas, um ônibus com câmara de monitoramento e 150 pistolas tasers.


                         

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Pingo da Mei Dia foi sucesso de público e de animação

O evento que se consolidou na cidade atraiu no último sábado, 07, cerca de 200 mil pessoas para o Corredor Cultural. Segundo dados divulgados pela Polícia Militar, um crescimento de 40% em relação ao ano anterior.

“Público recorde e sem registro de nenhuma ocorrência. A Delegacia Móvel estava à postos e só relatou a queixa de duas perdas de documentos”, destacou o Capitão Emerson, do 2º Batalhão da PM.

Cerca de 200 policiais estavam trabalhando no evento, nos procedimentos de busca pessoal, Cavalaria, ROCAM ( Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) e viaturas. Em todo o Corredor Cultural e nos arredores do evento o policiamento estava presente.

“Foi um número de brincantes nunca visto em outra edição do Pingo e com total tranquilidade. Quem compareceu estava com o intuito de brincar e não de provocar brigas”, finalizou o Capitão.

* Fonte: www.prefeiturademossoro.com.br