quarta-feira, 12 de março de 2014

Izabel Montenegro denuncia superfaturamento e até propina envolvendo a Petrobras

A vereadora Izabel Montenegro (PMDB) apresentou denúncias graves sobre a atuação da Petrobras em Mossoró. A vereadora afirmou que vem sendo procurada por empresários que prestam serviço a Petrobras em Mossoró para denunciar condutas ilícitas tomadas por alguns chefes da empresa na cidade. As ações denunciadas vão desde a impossibilidade dos empresários que venceram licitações indicarem profissionais para atuarem, mudanças ilegais de valores de serviços estipulados em licitações, superfaturamentos, até a cobrança de propina a empresas que prestam serviços à Petrobras. Segunda a vereadora, os desmandos dos chefes da Petrobras estendem-se à indicação de amigos, parentes e namoradas para trabalharem nas ações da empresa. Estas pessoas indicadas contariam, ainda, com regalias, como a dispensa de uso de equipamentos obrigatórios para os demais funcionários. A vereadora afirmou que já levou as denúncias para a Petrobras a mais de 30 dias, porém, ainda não recebeu qualquer tipo de resposta.

Izabel Montenegro sustentou suas acusações afirmando que essa “não é uma denúncia leviana, eu tenho testemunhas, eu tenho provas, eu tenho dados”. A vereadora acrescentou: “existem muito outros problemas com a Petrobras”, razão pela qual “Mossoró exige uma conduta da Petrobras mais ética, mais responsável”, disse.

O vereador Genivan Vale (Pros) declarou sua crença que as supostas irregularidades são desconhecidas pela cúpula da Petrobras. “Acredito piamente que lá em cima não sabem disso”, disse o edil. Para ele, os empresário da cidade não denunciam condutas ilícitas da Petrobras por temerem represálias da empresa. Por essa razão,“é preciso que a impressa repercuta as denúncias”, acredita o parlamentar.

O vereador Tomaz Neto (PDT) afirmou desejar ter metade da coragem da vereadora Izabel Montenegro, qualificando como imorais as possíveis ações da Petrobras.

A vereadora Izabel Montenegro encerrou sua fala afirmando: “eu sei que muitos não têm coragem de falar sobre determinado assunto, mas eu não irei me calar”.


Nenhum comentário: