quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Larissa usou FGTS para lucrar politicamente em cima do servidor da prefeitura em 2012

Usando o discurso fajuto de que a Prefeitura de Mossoró teria de pagar FGTS aos seus funcionários devido a uma perda de ação na Justiça - inclusive transitada em julgado - a então candidata a prefeito Larissa Rosado (PSB) lucrou politicamente com isso. O release que publico abaixo foi enviado às redações e blogs da cidade no dia 28 de setembro do ano passado, há poucos dias da eleição, que ocorreu em 7 de outubro.

Um detalhe: tanto Larissa quanto o Sindiserpum sabiam que a ação não estava transitada em julgado e que o assunto ainda precisa de uma decisão do STF. Veja em postagem anterior que a Justiça anulou o processo por completo na semana passada, o que deixa claro que não havia processo transitado coisa alguma. Para ser mais claro: foi uma mentira vendida pela candidata e pelo sindicato, para enganar o servidor público municipal.

Acompanhe o release e veja se há margem para dúvidas:

" A  candidata  Larissa  Rosado  (Mossoró  Feliz)  assumiu  compromisso  público  de   respeito  e  valorização  do  servidor  da  Prefeitura,  em  reunião  na  sede  do  Sindicato   dos  Servidores  Públicos  Municipais  de  Mossoró  (Sindiserpum),  hoje  à  tarde.     Larissa  reafirmou  que  pagará  o  Fundo  de  Garantia  por  Tempo  de  Serviço  (FGTS)   atrasado,  ao  contrário  da  atual  gestão,  que  evita  pagá-­‐lo  com  recursos  à  Justiça.   Ela  garante  que  vai  pôr  fim  à  guerra  jurídica  e  que  fará  o  pagamento.     “O  FGTS  é  um  direito  do  servidor  e  tem  que  ser  pago.  O  pagamento  é  uma   obrigação  do  município  e  será  feito.  Todos  os  3.677  servidores  receberão  o  que   têm  direito,  podem  ficar  certos  disso.  Será  uma  prioridade”,  assegurou  Larissa.     Na  reunião,  a  candidata  também  apresentou  propostas  para  o  funcionalismo  e   respondeu  perguntas  dos  servidores,  reiterando  que  atuará  em  parceria  com  o   Sindiserpum,  com  diálogo,  ouvindo  o  servidor  e  atendendo  suas  demandas.     Pioneirismo     A  presidente  do  Sindiserpum,  Marilda  Sousa,  considerou  positiva  a  reunião.  “Pela   primeira  vez,  o  sindicato  consegue  se  reunir  com  um  candidato  a  prefeito  líder   nas  pesquisas.  Sempre  tentamos  isso  e  somente  este  ano  conseguimos”,  disse.     Para  Marilda,  a  postura  de  Larissa  mostra  a  sensibilidade  dela  aos  pleitos  da   categoria  e  disposição  de  trabalhar  em  conjunto  com  o  Sindiserpum.  “Com  isso,   ela  revela  interesse  de  respeitar  nossos  direitos  e  valorizar  o  servidor”,  elogia.


Nenhum comentário: