segunda-feira, 29 de julho de 2013

IDH-M de Mossoró cresce acima da média nacional

De acordo com o Atlas do Desenvolvimento Humano Brasil 2013, elaborado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica e Aplicada (Ipea) e a Fundação João Pinheiro, Mossoró teve um incremento acima da média nacional em seu Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM).

Os números apresentados indicam que a cidade norte-rio-grandense atingiu 53,19% de 1991 a 2010, superando a média de crescimento nacional (47,46%), mas abaixo da média estadual de 59,81%. O hiato de desenvolvimento humano, ou seja, a distância entre o IDHM do município e o limite máximo do índice, que é 1, foi reduzido em 47,17% nesse período.

O componente que mais ajudou nesse crescimento do índice em Mossoró entre 1991 e 2000 foi a educação. Em termos absolutos, este item teve elevação de 0,183, seguido por longevidade e por renda. Nos últimos dez anos a educação teve destaque ainda maior, com elevação de 0,194, seguido por renda e longevidade, que tiveram crescimento de 0,082 e 0,072, respectivamente.

Entenda
O IDHM é o resultado da análise de mais de 180 indicadores socioeconômicos dos censos do IBGE de 1991, 2000 e 2010. O estudo é dividido em três dimensões do desenvolvimento humano: a oportunidade de viver uma vida longa e saudável (longevidade), ter acesso a conhecimento (educação) e ter um padrão de vida que garanta as necessidades básicas (renda). O índice varia de 0 a 1, sendo que quanto mais próximo de 1, maior o desenvolvimento humano.

* Fonte: www.gazetadooeste.com.br


Nenhum comentário: