sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Fafá Rosado vai deixar um legado de realizações


Hoje é o último dia útil de expediente de Maria de Fátima Rosado Nogueira, Fafá Rosado (DEM), a prefeita que administrou Mossoró nos últimos oito anos. Olhando para trás, podemos fazer um balanço extremamente positivo da passagem dessa mulher obstinada pela sua cidade. Fafá deixará um legado que sem dúvida alguma se perpetuará para as próximas gerações. Não vou transformar esse espaço em uma simples listagem de obras, seria chato e cansativo. É muita coisa para mostrar.

Gostaria de ficar em três eixos: probidade administrativa, investimentos em infraestrutura e no social. Quanto à probidade, não há dúvidas de que Fafá governou com as mãos limpas. Não tem sobre si nenhum escândalo, nenhuma denúncia de desvio de dinheiro público.

Administrou esses dois anos em tempos fáceis e difíceis. E mesmo assim não é vítima de nenhuma ação contra a sua pessoa ou sua administração que possa lhe causar a perda dos direitos políticos ou mesmo a desconfiança dos mossoroenses. Neste quesito, não há dúvida de que Fafá Rosado é uma prefeita nota 10.


Equilíbrio
Ora, caro leitor, você ouviu ou leu em algum lugar, alguma vez, que a máquina administrativa estava desequilibrada? Nunca. E isso aconteceu porque ela soube administrar na tempestade e na bonança. Depois de um primeiro governo irretocável, Fafá teve muitas dificuldades na segunda administração, a começar pelas perdas de receitas e os graves problemas enfrentados pela cidade em 2009. A prefeita não se fez de rogada: reduziu o próprio salário, dos secretários e dos cargos comissionados — que caíram para pouco mais de 300.

Medidas
As medidas foram duríssimas, trouxeram graves problemas para a imagem da prefeita, mas ela não pensou em si. Mesmo com o desgaste, fez o que era preciso fazer. Hoje, chega ao fim do seu segundo governo com a certeza de que estava certa. Mossoró termina o seu oitavo ano com os servidores já com os salários no bolso, décimo terceiro quitado, fornecedores e prestadores também.

Mãos
O caro leitor deve estar dizendo que tudo que escrevi até aqui não passa de obrigação. Concordo. Mas, também convenhamos que está cada vez mais difícil encontrar um administrador que passe oito anos em uma administração e saia ileso, com todas as contas aprovadas, nenhuma com ressalvas. Trocando em miúdos: sai de mãos limpas e com o carimbo de excelente administradora.


Nenhum comentário: