quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Cláudia é atacada por vereadores e clima na Câmara esquenta


Agressões foi a palavra mais usada hoje na sessão da Câmara Municipal de Mossoró. O principal alvo foi a candidata a prefeito Cláudia Regina (DEM). Em pronunciamentos no plenário, Cláudia foi atingida por dois parlamentares da oposição.

O primeiro, Jório Nogueira, a acusou de usar dinheiro público em sua campanha. Cláudia rechaçou imediatamente e pediu respeito ao parlamentar. Ele, no entanto, continuou tratando do assunto. A candidata lembrou que temas de campanha não devem ser tratados em plenário e pediu compostura. Cláudia falou até em quebra de decoro por parte do vereador que supostamente lhe agrediu.

Os embates não terminaram por aí. Em pronunciamento no plenário, o vereador Lahyre Rosado Neto (PSB) acusou a candidata democrata de instigar a militância a provocar agressões contra ele e a sua irmã, a deputada-candidata Larissa Rosado (PSB). Cláudia rebateu na mesma hora, lembrando que ela tem sido vítima de todo tipo de agressão, especialmente por não ter nascido em Mossoró. E perguntou: “Que mal tem, vereador, em não ter nascido aqui?” A pergunta ficou sem resposta.

O episódio mostra que o clima da campanha está acirradíssimo e que a reta final, pelo jeito, ainda vai guardar muitas emoções. A coluna espera que os ânimos se acalmem e que possamos ter uma disputa civilizada.


Nenhum comentário: