terça-feira, 28 de agosto de 2012

Aumento deixa Natal com a 2ª maior passagem de ônibus do Nordeste

A tarifa dos ônibus urbanos que circulam em Natal, que a partir desta terça-feira (28) passa a valer R$ 2,40, é a segunda maior do Nordeste. O anúncio do aumento foi feito na tarde desta segunda (27) pelo secretário municipal de Mobilidade Urbana, Márcio Sá.

A passagem de ônibus em Natal só não é mais cara que a tarifa cobrada em Salvador (BA), que custa R$ 2,80. A mais passagem mais barata é a cobrada em São Luiz (MA), que custa R$ 2,10. O Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município do Natal (Seturn) ainda não se manifestou sobre o valor do reajuste.
De acordo com o secretário Márcio Sá, o reajuste de 9,44% é apenas um "repasse do índice da inflação" dos últimos 18 meses, tempo em que a tarifa permaneceu sem aumentos.
"A prefeita Micarla de Sousa tinha dito que só iria reajustar o valor da passagem quando a licitação do transporte público de passageiros fosse publicada, mas, como não há previsão, tivemos que repassar o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que toma como base a média da inflação do período", explicou Márcio Sá.
Segundo a Semob, o usuário que carregou o cartão de bilhetagem eletrônica até esta segunda-feira, vai pagar R$ 2,20, enquanto o crédito estiver dentro do prazo de validade. O passageiro que recarregar a partir desta terça-feira, vai pagar a tarifa reajustada de R$ 2,40.
"Quem abasteceu o cartão até hoje (segunda-feira), pagará a tarifa antiga até a validade dos créditos acabar", garantiu o secretário.
A secretaria informou ainda que, no mês de julho deste ano, o Seturn encaminhou uma solicitação à Semob para aumentar a passagem. O valor seria de R$ 2,55.
"Depois de pesquisas tarifárias chegamos ao valor de R$ 2,40", disse Márcio Sá, defendendo que essa medida é para garantir a manutenção dos serviços, pois, segundo ele, o preço atual de R$ 2,20 está defasado. "O último aumento de passagem foi no dia 20 de janeiro de 2011. De lá para cá, já houve reajuste nos salários dos motoristas e cobradores, e do óleo diesel, combustível usado pelos ônibus", acrescentou.
Atualmente, seis empresas são responsáveis pelo transporte público da capital. São 105 linhas cobertas por uma frota de 720 veículos. Por dia, circulam em Natal 430 mil passageiros pagantes. Os dados foram passados pelo secretário adjunto de transportes da Semob, Jefferson Pedrosa.

Fonte: G1

                 

Nenhum comentário: