segunda-feira, 19 de março de 2012

Médicos do Estado falam em indicativo de greve na quarta-feira (21)

Em audiência realizada hoje (19), na secretaria de saúde do Estado, médicos apresentaram uma pauta de reivindicações ao secretário da pasta, Domício Arruda. A pauta exposta apresentava diversos pontos entre eles: proposta de remuneração com referência no piso salarial da FENAM; criação de uma gratificação de plantão para unidades de saúde de 24 horas; valor da produtividade paga aos médicos; incorporação da gratificação de alta complexidade para os médicos do ambulatório, municipalizados e aposentados, condições de trabalho nas unidades da SESAP e posicionamento contrário dos médicos à terceirização proposta nas unidades estaduais.

Diante da extensa pauta, o secretário de saúde comprometeu-se inicialmente em apresentar até quarta resposta a duas revindicações mais emergências da classe médica. Dessa forma, os médicos aguardam receber até a assembleia geral, a ser realizada nesta quarta, dia 21, às 19h, um posicionamento relacionado à incorporação dos médicos aposentados, de ambulatório e municipalizados assim como uma resposta com relação à produtividade paga aos profissionais médicos.

Segundo Geraldo Ferreira, presidente do Sinmed, caso os médicos não obtenham uma resposta com relação aos itens inicias da negociação um indicativo de greve já pode ser lançado na assembleia desta semana. “Os médicos não aceitarão protelação, a secretaria de saúde, junto à administração do Estado precisam agir”, afirmou.


Nenhum comentário: