quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Sacolas plásticas são grandes vilãs da rede de esgoto da Caern


Considerada uma ameaça à natureza pelos ambientalistas, a aparentemente frágil sacola plástica, utilizada no comércio para acondicionamento de produtos de vários tipos, sobretudo compras como a feira mensal das famílias, passou a ser um dos principais símbolos de poluição. No cenário do saneamento, a sacolinha reafirma a fama de vilã. Vê-las voando pela cidade não é algo difícil. Assim, sem grandes dificuldades elas acabam chegando à rede de esgoto, além, também, de serem descartadas indevidamente pela população. Atualmente, as sacolas estão entre os principais itens responsáveis pelas obstruções nas redes de esgotamento sanitário da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern).

"As sacolas de plástico prejudicam bastante a rede coletora, causando entupimentos constantes o que pode causar extravasamento. Na Estação Elevatória de Esgoto elas também aparecem na grade de retenção de solos", explica o gerente da Regional Natal Sul da Caern, Lamarcos Teixeira. Ele lembra que em grandes centros, as sacolas plásticas já estão sendo boicotadas. Em São Paulo, por exemplo, uma lei estadual determina que o utensílio não pode mais ser distribuído gratuitamente pelos supermercados. Recusá-las na hora das compras e substituí-las pelas ecobags (bolsas ecológicas) têm sido a alternativa das pessoas que se preocupam com a preservação do meio ambiente.

Os lixões estão amontoados com sacolas de supermercado. Este material em média demora 300 anos para desaparecer no meio ambiente e torna-se verdadeiro veículo de proliferação de bactérias. O professor Júlio César Aquino, do curso de Gestão Ambiental da UnP, explica que a reciclagem após o uso com o lixo é inviável. E dentre as ameaças ao meio ambiente está a impermeabilização do solo. Os problemas que podem trazer aos animais são tantos que na Índia, onde a vaca é um animal sagrado, o uso das sacolas é proibido para preservá-las.


terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Fama da Mossoró violenta se espalha pelo RN


Como a maioria dos leitores deste espaço já sabe, estou morando durante a semana em Macau, desempenhando minhas atividades em uma empresa pública da qual sou empregado concursado. E me impressiona que até por aqui a fama de violenta de Mossoró já chegou com força. Ontem, ao chegar ao trabalho, um colega foi logo me abordando: Pedro, em Mossoró estão matando até mulheres? O espanto dele tem razão. Até bem pouco tempo, só se falava em supostos pequenos viciados em drogas, vítimas da ação de quem não pagavam. Eis que agora nem as mulheres — em tese mais frágeis e mais respeitadas pela bandidagem.

As mortes ocorridas no final de semana, inclusive de uma adolescente, espalharam Rio Grande do Norte afora uma fama indesejada e muito perigosa: a de que aqui se mata facilmente e ninguém é punido. Triste, mas verdadeiro.


Pergunta
Da série perguntar não ofende: afinal de contas, quantos dos quase 200 homicídios do ano passado foram elucidados? E mais: neste ano de 2012 já são 21 mortos. Quantos suspeitos a polícia tem? Infelizmente, isso acontece justamente quando temos a frente do Governo uma mossoroense. A sociedade precisa de uma resposta rápida, governadora. Estamos todos assustados.

Perigo
Já escrevi aqui e repito: o maior perigo dessa onda de assassinatos que vem desde alguns anos — faça-se Justiça ao Governo atual — é que ele cria uma sensação de impunidade que impulsiona outras pessoas, não apenas os traficantes, a também fazerem justiça com as próprias mãos. O assaltante que antes atirava na perna apenas para dominar sua vítima, agora não pensará duas vezes antes de atirar na cabeça devido à sensação de impunidade. A rixa antiga entre famílias também não terminará bem devido a esse sentimento. E Mossoró daqui a pouco vai virar man-chete nacional de novo.

Investimentos
É bom as autoridades não esquecerem de um detalhe importantíssimo: cidades violentas espantam investimentos, especialmente da iniciativa privada. E isso pode acontecer num momento crucial, quando Mossoró vive um excelente boom de crescimento econômico. Não tem como não ficar muito preocupado.


segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Pensando em lançar meu primeiro livro

Neste ano de 2012 estou chegando a 20 anos de jornalismo. Do primeiro dia em que botei os pés em uma redação de jornal —  primeiro de julho de 1992 — até hoje, já experimentei todas as mídias: jornal, rádio, televisão, internet, revista, assessoria de imprensa pública e privada. Já fiz tanta coisa nesta área que outro dia tive um estalo: devo escrever um livro. Contar as minhas memórias talvez seja algo manjado demais, afinal de contas boa parte da minha vida foi acompanhada por quem me lê, vê, ouve ou acessa. Um amigo me deu a sugestão: por que você não conta aquilo que não foi publicado, os assuntos de bastidores, o dia-a-dia de cada jornal, os assuntos mais importantes, as grandes coberturas, vistas do outro lado do balcão? A ideia mexeu comigo. Sou bom de memória e acho que poderia escrever algo interessante.


Fatos
Antes de tudo, tenho de dizer que um livro não será suficiente para contar os bastidores de tudo que vivi. Até porque, caro leitor, vi e convivi com várias fases importantes. Desde a diagramação feita com tesoura e cola até a chegada da Internet nas redações. Orgulhosamente, criei a primeira página de jornal com conteúdo completo na Internet. Junto com a minha equipe comandei também o processo de encadernação dos jornais daqui — antes eles não tinham cadernos, iam para o leitor num “bolo” só. Criei cadernos de cultura, que até então não existiam, valorizei muitas pratas da casa que até hoje estão aí brilhando na nossa imprensa.

Mais
Também vi nos bastidores muitas campanhas políticas. Com exceção da de 1992, quando ainda era digitador, todas as demais acompanhei de perto. Sei como foram criados slogans, quem deu a maioria das ideias, o papel de quem trabalha na surdina e, claro, muita coisa que ainda precisa ser contada. Um exemplo: a ideia do slogan da campanha de Dix-huit Rosado em 1996 nasceu na Redação do jornal O Mossoroense. Vi quando o diagramador Paulo César Rodrigues chamou o então editor da época, Gilberto de Sousa, e deu a ideia do “marque o seu amor por Mossoró”. Foi genial.

Polêmicas
Vi muitas polêmicas também. Para quem não sabe, eu tinha 19 anos (era o editor mais jovem do Brasil na época), quando Canindé Queiroz surtou e mandou o bispo, as freiras, padres e outras autoridades da Igreja Católica para aquele lugar. O que aconteceu naquele dia? E a repercussão dias depois? Tudo isso talvez seja interessante de se contar, quem sabe, em um livro.

Erros
É claro que em 20 anos não tinha uma carreira só de acertos. Errei muito e assumo todos os erros que cometi. Os bastidores de alguns deles talvez devam ser registrados para as futuras gerações não cometerem as mesmas bobagens. Também fui injustiçado e acusado de coisas que nunca fiz; fui muito perseguido e perdi amigos porque, inocente, comprei as brigas que não me pertenciam. Paciência!

Ideia
Confesso que ainda não me decidi sobre o livro. Algumas das memórias talvez devam ir comigo para o cemitério ou, no máximo, ficarem restritas às pessoas mais íntimas. Não sei ainda o que fazer, mas uma certeza eu tenho: com um livro contando só os bastidores do que vi e vivi nesses 20 anos conseguirei repor algumas verdades, desmascarar alguns santos do pau-oco e até mesmo fazer alguns mea-culpas. Aguardemos, pois.


domingo, 26 de fevereiro de 2012

Candidatura de Josivan vai parar na UTI e corre o risco de virar viúva porcina



Confirmado o apoio da deputada federal Fátima Bezerra (PT) ao nome da deputada estadual Larissa Rosado (PSB), o cerco vai se fechando contra a candidatura do reitor da Ufersa, Josivan Barbosa (PT). A candidatura própria, que vinha sofrendo fortes derrotas nas últimas horas, entrou na UTI com expectativa de se tornar uma espécie de viúva Porcina da política potiguar: aquela que foi sem nunca ter sido.

Projetos
A justificativa de Fátima Bezerra a Josivan e ao grupo que foi conversar com ela ontem em Natal foi simples e direta: conversou com a deputada federal Sandra Rosado e resolveu ficar com Larissa. Em nenhum momento confirmou aquilo que dez entre dez analistas políticos já sabem: Fátima tenta conseguir o apoio do grupo mossoroense ao seu projeto de ser candidata ao Senado Federal em 2014.

Perigo
O problema de Fátima é o compromisso assumido pelo rosadismo é o mesmo que foi furado em 2010, quando a legenda deixou de lado a candidatura de Hugo Manso (PT) para apoiar o senador Garibaldi Filho (PMDB), que na época deu em troca bases políticas para que Larissa se reelegesse. Trocando em miúdos: o compromisso de hoje pode não valer nada para amanhã. Mais ainda: o PSB, partido da deputada e candidata a prefeito pode ter a candidatura da ex-governadora Wilma de Faria.

Intervenção
Pelo jeito, Fátima está pouco preocupada com isso e a sua declaração de que não iria intervir em caso do diretório votar pela candidatura de Josivan foi apenas um consolo. Como diriam os mais antigos, um bubu para o reitor não chorar. Neste momento, Fátima e todos nós sabemos que o diretório municipal vai votar pela aliança com o PSB.

Alianças
Engraçado nessa história toda do PT é que o partido nunca deu chances a Josivan de se movimentar em torno de alianças para as eleições deste ano. Assim, ele ficou preso apenas à iniciativa própria do PDT de apoiá-lo. Agora, ao ver a legenda brizolista formar aliança com PPS, PCdoB e PRB, fica claro que todos esses partidos poderiam estar no seu palanque.

Oposição
Por outro lado, a aliança é um reforço importante para a disputa proporcional da oposição. Do jeito que está, PDT, PCdoB e PRB garantem pelo menos uma cadeira, podendo avançar para mais uma, no mínimo. Se PR e PTB se integrarem, aí poderemos falar em números bem menos modestos.

Sozinho
O fato é que o PT se isolou e isolou Josivan, especialmente na proposta de não se coligar com ninguém para disputar cadeiras à Câmara Municipal. Está perdendo um nome que poderia alavancar a legenda e mais ainda: corre o risco de não conseguir emplacar a tão sonhada cadeira própria.


Mulher que trabalhava na casa de Larissa Rosado é encontrada morta

Uma mulher que trabalhava na casa da deputada Larissa Rosado foi encontrada morta em Mossoró, na manhã deste domingo (26). Cristiana Barreto Viana, 36, foi localizada por agricultores em uma via conhecida por "Estrada do Óleo", com marcas de pelo menos quatro disparos de arma de fogo nas costas.

Segundo informações apuradas pelo TN Online, o corpo de Cristiana foi encontrado a cerca de 4km da residência onde ela morava, no conjunto Independência, zona Norte de Mossoró. A vítima também apresentava ferimentos no rosto, tendo sido retirada a pele do lado esquerdo da face.

A polícia ainda não tem suspeita sobre possíveis autores do crime, e nem sobre a motivação do homicídio.

* Extraído da Tribuna do Norte On Line


sábado, 25 de fevereiro de 2012

PSDC definirá candidato próprio a prefeito de Mossoró em março

O PSDC mantém o propósito de lançar candidatura própria à prefeitura de Mossoró. A legenda está se articulando em torno do nome do professor do IFRN, Josué Moreira, que é filho de Mossoró e formado em Medicina Veterinária.

Em entrevista ao blog, Josué Moreira contou que a sua pré-candidatura é consenso dentro da legenda e deve se firmar na escolha do mês que vem. Ele também acredita que será possível formar uma chapa proporcional com pelo menos 70 nomes, envolvendo a sua legenda e outras aliadas.

"Pelo menos mais dois ou três partidos devem se juntar a nós e apresentar um bom número de candidatos, garantindo assentos na Câmara Municipal", anuncia.


PT lança manifesto em favor da candidatura de Josivan

O grupo de apoiadores do reitor da Ufersa, professor Josivan Barbosa, está fazendo circular uma correspondência onde defende o nome próprio na disputa deste ano. O objetivo é mostrar força e tentar influenciar os indecisos para a prévia que o partido realizará no próximo dia 18 de março, em que decidirá se terá ou não candidatura própria neste ano.

Veja abaixo a íntegra do manifesto:

Manifesto em Defesa da Candidatura Própria do PT à Prefeitura de Mossoró

Mossoró, neste ano de 2012, mostra claramente o desejo de abraçar uma proposta de mudança real que contemple a inversão de prioridades, o desenvolvimento sustentável, o planejamento urbano, a cidadania rural, a inclusão social e a transparência no trato com a coisa pública. Este desejo se traduz no palpável cansaço diante de um jogo de faz-de-conta que oferece opções limitadas ao continuísmo e à mesmice, que já não deixam margem a ilusões.

Diante de um terceiro Governo Federal bem sucedido com ampla aprovação nacional e respeito internacional, o PT em Mossoró precisa mostrar a sua própria face, seu próprio discurso, seu imenso acervo de realizações e suas propostas para fazer por este município o que vem fazendo em prol de um Brasil que já se tornou reconhecidamente muito melhor.

Para tanto, estamos propondo o lançamento de uma Candidatura Própria a Prefeito de Mossoró. Uma candidatura que tenha perfil político e administrativo identificado com o premiado Modo Petista de Governar, de êxito em quase quinhentas Prefeituras do Brasil, em alguns Estados, nas Instituições Federais e no comando do governo da nação onde os petistas Lula e Dilma Rousseff imprimiram uma nova e bem sucedida marca à condução do Governo, à gestão do Estado brasileiro e às políticas públicas aplicadas com democracia, participação popular e transparência, num exemplo mundialmente respeitado de garantia de liberdade a todos e de melhoria de vida às imensas maiorias antes alijadas do exercício real da cidadania.

Defendemos assim a manutenção da Resolução de ...../...../ de 2011 que lançou à apreciação do povo mossoroense a Pré-Candidatura do Professor e Reitor da Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA, Josivan Barbosa Menezes Feitosa, cuja repercussão tem sido a mais positiva possível junto aos mais diversos segmentos da sociedade mossoroense. 

O Professor e Reitor Josivan Barbosa é um Pré-Candidato com história de lutas, superações e que traz a marca de gestão eficiente da Era Lula, que ampliou em progressão geométrica o acesso à Educação Pública, Gratuita e de Qualidade como sonhávamos há décadas e que em 8,5 anos da UFERSA, como gestor, imprimiu a marca da eficiência, do dinamismo, da seriedade, da democracia interna, da autonomia universitária, da transparência e do sucesso, ampliando as possibilidades da UFERSA a prestar os melhores e mais qualificados serviços educacionais, sociais, científicos e tecnológicos em benefício de Mossoró e região, além de provar competência, dinamismo, inovação e probidade na condição de administrador, condição que o credencia a ocupar qualquer cargo público com amplas possibilidades de êxito.

Trata-se de uma candidatura que tem a possibilidade de convidar ao diálogo os partidos da base aliada com foco numa proposta de mudança concreta na política mossoroense. Uma Candidatura que agrega muito mais condições de construir também uma vitória nas eleições proporcionais, reocupando do espaço que o PT mossoroense já ocupou de maneira digna e competente na Câmara Municipal. Portanto, conclamamos os/as filiados/as do PT de Mossoró, a deliberarem em defesa da alternativa mais identificada com a verdadeira face da sigla. E mais identificada também com o futuro, município, com a potencialidade de crescimento e de vitória.

Mossoró, ............ de Fevereiro de 2012
PT, Saudações

* As lacunas constam do documento enviado à mídia.


quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

INSS do RN terá 19 agências atendendo das 7h às 18h



Ministro da Previdência, Garibaldi Filho durante visita à Agência do INSS em Mossoró, recentemente

A partir de março os brasileiros que precisarem dos serviços previdenciários serão atendidos mais rapidamente. A agilização vai ser possível, porque as Agências da Previdência Social, que contam com 10 servidores ou mais, passarão a atender ao público, em regime de jornada estendida de trabalho, das 7h às 18h, e funcionarão até às 19h, para expediente interno. No Rio Grande do Norte 19 agências estão aptas a funcionar com jornada estendida de trabalho.

A medida irá beneficiar a população que será atendida de maneira ininterrupta durante o dia, e também os servidores que passam a trabalhar seis horas corridas, e não mais oito horas intercaladas.

Os peritos médicos também poderão aderir a nova jornada de trabalho, desde que estejam lotados nas agências que adotarem o novo horário. Os médicos deverão realizar 15 exames diários, o que aumentará a quantidade de pericias nas Agências da Previdência Social.

As agências potiguares aptas a funcionarem em novo horário são: Natal- Centro, Natal Sul, Natal Ribeira, Natal-Nazaré, Natal-Norte, Currais Novos, Parnamirim, João Câmara, Santa Cruz, Santo Antônio, Ceará-Mirim e Touros, todas abrangidas pela Gerência Executiva do INSS/Natal; e mais Mossoró, Assu, Angicos, Pau dos Ferros, Macau, Caicó e Areia Branca, integrantes da Gerência Executiva do INSS/Mossoró.


A beleza exuberante da Ponta do Tubarão, em Diogo Lopes



Por vezes a gente tem bem pertinho de nós atrações que fariam turistas do mundo inteiro gastarem milhares de dólares para terem algumas horas apreciando. Veja o caso da Ponta do Tubarão, no distrito de Diogo Lopes, em Macau. Uma paraíso espetacular, preservado e tão perto que nem parece que estamos no Rio Grande do Norte.

Na tarde de terça-feira de Carnaval, fui com a patroa desfrutar dessa paisagem sem igual. É tão lindo que o vídeo acima talvez não consiga demonstrar 10% da beleza do lugar. Recomendo aos amantes da natureza e a quem ainda não conhece as belezas desse nosso Rio Grande do Norte velho de guerra. Faz bem à saúde e ao coração.


Prefeitura de Mossoró vai investir em melhorias na Cobal


A prefeita Fafá Rosado recebeu, nesta quinta-feira, 23, uma comissão de comerciantes da Cobal. Eles vieram solicitar o apoio da Prefeitura Municipal para melhorias no mercado público. Participaram ainda da reunião o deputado Leonardo Nogueira, o secretário da Defesa Social Osnildo Morais, o gerente do Turismo, Indústria e Comércio Silvio Júnior e vereadores.

“É importante que os comerciantes sugiram melhorias, pois eles que sabem quais as reais necessidades da Cobal por estarem no ambiente todos os dias. Nosso papel é ouvir e tentar buscar soluções”, afirmou Fafá Rosado.

De acordo com a comerciante Claudete Benício, o principal problema é a segurança. “Algumas pessoas entram e perturbam a ordem no mercado. Também existe a dificuldade em seguir as regras, como horários de saída e descarga, o que gera muitos problemas”.

A prefeita sugeriu a criação de uma comissão formada por membros da gestão municipal, da Câmara dos Vereadores e dos comerciantes. “As reivindicações serão trazidas para as reuniões da comissão e a partir daí discutiremos a execução. Vamos fazer um trabalho conjunto”, destacou.

A comissão paritária foi formada com três integrantes de cada grupo: Osnildo Morais, Silvio Júnior e Carlos Clay, gerente da Infraestrutura, representando a Prefeitura; Cláudia Regina, Maria das Malhas e Chico da Prefeitura, como Câmara Municipal e mais três comerciantes.

Durante a reunião, a prefeita anunciou ainda benefícios já previstos para a Cobal. “Estão prontos os projetos para melhorias nas instalações elétricas e também estacionamento para carga e descarga dos produtos. A partir da comissão, veremos o que mais deve ser feito”.

A comissão terá o objetivo de levantar os problemas e buscar soluções para os problemas do mercado, e terá 30 dias para tal missão. A primeira reunião foi marcada para o próximo dia 02. A nomeação dos membros será publicada no Jornal Oficial de Mossoró (JOM).

“Sabemos da importância da Cobal para os comerciantes e toda a população. Por isso, nos comprometemos em buscar essas adequações no menor tempo possível. E propomos a criação de uma associação dos comerciantes, para que possamos dividir responsabilidades e fortalecer o mercado”, concluiu Fafá.


quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Macau confirma sua tradição de maior Carnaval do Rio Grande do Norte

Logo no sábado, o Carnaval de Macau mostrou a que veio: arrastão de mais de 200 mil pessoas

O fenômeno Banda Grafith posa ao lado do prefeito Flávio Veras: sucesso no Carnaval

Se alguém tinha dúvidas de que o Carnaval de Macau é o maior do Rio Grande do Norte, sem dúvida essa se esvaiu logo no primeiro dia de folia na cidade salinésia. Ora, caro leitor, era tanta gente no arrastão da Banda Grafith — um fenômeno potiguar — que havia pelo menos 200 mil pessoas atrás do trio elétrico. É coisa para Carnaval da Bahia. Sem exagero, a cidade ficou pequena para tanta gente.

Só para o leitor ter uma ideia, tinha carros estacionados da entrada da cidade até a entrada da Praia de Camapum, o que dá uns 10 quilômetros, incluindo as ruas adjacentes. A prefeitura e especialmente o povo da cidade estão de parabéns pelo espetáculo tranquilo e muito bonito.

Uma coisa faz do Carnaval de Macau o maior do Estado: o abraço que a cidade dá a ele. Todos trabalham em seu favor. Mesmo os que são contra a atual administração faz a sua parte em nome do bem maior que é o nome da cidade levado Nordeste e Brasil afora. Veja nas imagens porque não estou exagerando quando falo que se trata do maior evento do Estado.

Prefeito Flávio Veras vê mais um grande Carnaval em Macau: sucesso de público e de crítica

No mela-mela de segunda-feira, o trio ficou pequenino no meio de tanta gente




Renato Fernandes: nome limpo, ficha limpa


O ex-vereador Renato Fernandes (PR) é um dos inocentados na Operação Sal Grosso, que teve a sua sentença em primeira instância publicada ontem. Por um lapso da divulgação do Ministério Público, o seu nome não constava nas listas dos condenados muito menos dos absolvidos.

Mesmo assim, faço o registro hoje lembrando que para mim não houve surpresa alguma. Renato tem o nome limpo e a ficha limpa. Sempre foi assim e quem o conhece sabe das suas qualidades e retidão. O que nunca me entrou na cabeça foi ele ter sido acusado injustamente em plena semana da eleição de 2008. Mas, dos males o menor: ele hoje pode dizer que foi injustiçado à época.


sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Ele só tinha 29

O jornalista Esaú Andrade morreu.  Difícil de aceitar que alguém tão jovem tenha sucumbido diante de um acidente terrível causado por quem não tem o menor respeito pela vida das pessoas. Quem deixa animais pastando à beira de estradas é mais do que uma besta quadrada — sem trocadilhos —, mas principalmente é um assassino em potencial. Não há desculpa para isso, caro leitor. Nem a conversa mole de que não tem como dar de comer aos animais. Quadrúpedes têm de estar em currais ou dentro de cercados. Nunca pastando em acostamentos ou passeando em pistas de rolamento. Parece que quanto mais carros temos, mais animais surgem nas pistas. Um absurdo que as autoridades parecem não ter condições de enfrentar. Ou são tão irresponsáveis quanto. A vida de Esaú foi jogada fora por causa disso e junto com ele foi o árbitro Clístenes Juny, outro jovem.


Soco
Para mim, a morte de Esaú foi como um soco no estômago. Primeiro, porque eu mesmo já fui vítima de animais na pista. Tive sorte de escapar ileso, apenas com prejuízos materiais que com trabalho e paciência estou pagando. A aflição da minha família foi enorme e não aconteceu o pior. Imagino agora o quanto deve estar sofrendo a família do grande Esaú, que era muito querido e um sujeito que fez muitas amizades no meio da imprensa, aonde trabalhou em vários veículos.

História
A minha história com ele começou em 2002, quando foi fazer um estágio na Gazeta do Oeste, a convite do então editor da época, jornalista Gutemberg Moura. Berguinho o convidou para trabalhar na área de esportes. Ele se destacou com uma cobertura fora do convencional, prestigiando o futebol, mas também abrindo espaço aos outros esportes. Ficou muito conhecido em todos eles.

Registro
Tive o prazer de naquele ano liderar um grupo de jornalistas que fizeram requerimento do registro profissional junto à Delegacia Regional do Trabalho (DRT). Dentre os colegas, estava Esaú, que se empolgou tanto com a ideia que foi até comigo levar a documentação. Ficou muito feliz quando recebeu de volta a carteira de trabalho com o devido reconhecimento.

Tristeza
Hoje, vejo que a sua alegria ficará apenas na memória. Sua vida foi ceifada por uma estrada que já fez dezenas de vítimas e continuará fazendo porque infelizmente ninguém tem a menor ideia de quando um dia não teremos mais animais na pista. Pior ainda, ninguém sabe se um dia algum dono desses animais será responsabilizado. Neste país, infelizmente, cadeia só serve para preto, pobre e puta. Nunca para quem tem posses e deixa sua propriedade por aí, zanzando à beira das pistas de rolamento.

Despedida
Daqui, vai a minha despedida a Esaú, que deixou mais triste esse Carnaval. Nós, jornalistas, bem como os transeuntes que precisam trafegar pelas estradas deste Rio Grande do Norte velho de guerra sem dúvida não apenas desejamos que ele descanse em paz, mas que também conforte a sua família tão triste com uma perda de um jovem de apenas 29 anos.


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Juiz condena vereadores e ex-vereadores de Mossoró à prisão

O juiz da 3ª Vara Criminal de Mossoró, Cláudio Mendes Júnior, proferiu hoje (16) a sentença contra os réus do processo que apura as irregularidades identificadas na Operação Sal Grosso. Foram nove os condenados pelos crimes de peculato e corrupção passiva. São eles: João Newton da Escóssia Júnior (6 anos e 4 meses); Aluízio Feitosa (5 anos e 4 meses); Ângelo Benjamim de de Oliveira Machado (5 anos e 4 meses); Claudionor Antônio dos Santos (5 anos e 4 meses); Daniel Gomes da Silva (5 anos e 4 meses); Gilvanda peixoto Costa (5 anos e 4 meses); Manoel Bezerra de Maria (5 anos e 4 meses); Maria Izabel Araújo Montenegro (5 anos e 4 meses); e Osnildo Morais de Lima. Caso seja mantida a condenação nas instâncias superiores todos eles devem cumprir suas penas em regime semi-aberto.

"Esse é o reconhecimento do trabalho do Ministério Público na defesa do patrimônio público em Mossoró, uma vez que quase a totalidade dos pedidos do MP foram atendidos pelo Juiz", ressalta Eduardo Cavalcanti, Promotor de Justiça responsável pelo caso.

A sentença inocentou ainda três dos réus: Francisco Dantas da Rocha, Francisco José Lima Silveira Júnior e Renato Fernandes da Silva. O próprio Ministério Público já havia se manifestado pela absolvição dos dois primeiros.

O Promotor de Justiça analisa agora a necessidade de eventual recurso conta a sentença, que já está disponível para consulta no site do Tribunal de Justiça.

A Operação Sal Grosso foi deflagrada em novembro de 2007 e desvendou esquema de corrupção na Câmara de Vereadores de Mossoró.

Foram mais de vinte mil documentos e 40 computadores aprendidos. Entre os principais pontos de irregularidades apontados pelo MP estão: gastos com diárias não comprovadas; empréstimos consignados pagos pela Câmara Municipal à Caixa Econômica Federal, em nome de vereadores e demais servidores da Casa; despesas realizadas sem licitação e uso das verbas de gabinete de maneira irregular.

Fonte: Tribuna do Norte


PSB de Mossoró vai atropelar Wilma?

Ora, ora, caro leitor, pois não é que o PSB de Mossoró se prepara para atropelar o projeto da sua principal liderança política, a ex-governadora Wilma de Faria? Ou seria tudo parte de uma grande engenharia com o objetivo de salvar o filho dela, o suplente de deputado estadual Lauro Maia, de possíveis condenações em procesos por corrupção? Explico: o PSB da deputada Larissa Rosado está negociando com a deputada federal Fátima Bezerra (PT) o seu apoio à candidatura ao Senado em 2014. Para isso, o PT prepara a cabeça do reitor da Ufersa e até aqui pré-candidato a prefeito Josivan Barbosa para entregá-la de bandeja ao futuro aliado. O problema é que o Senado em 2014 é o grande projeto de Wilma para voltar a ter um mandato de vulto na política potiguar. Especialmente agora que o seu projeto de ser candidata a prefeito de Natal parece naufragar.


Confiança
Há quem diga que Wilma não tem está nem aí para essa articulação do grupo de Larissa porque ela tem confiança de que o seu próprio partido não vai lhe abandonar. Além disso, também entende que Larissa eleita ela teria menos problemas a administrar, já que o filho ganharia imunidade parlamentar e qualquer processo contra ele teria de começar do zero e só poderia ser conduzido pelo Tribunal de Justiça do Estado.

Perguntas
Porém, mesmo diante do ganho de Wilma com a ascensão do filho à Assembleia Legislativa, a maior pergunta que se faz é se o PT terá mesmo o apoio do grupo em 2014. Caso contrário, como se portará o PSB diante do comportamento traíra, caso venha a ocorrer? Só para não deixar para passar em branco: a grande queixa do PT de Mossoró com relação ao PSB é o fato de que a legenda recebeu apoio em 2008 e não retribuiu em 2010, quando deixou de lado o petista Hugo Manso e foi apoiar o senador Garibaldi Filho.


No Brasil, vale a pena ser corrupto

Difícil admitir o título desta coluna, caro leitor, mas o fato é que pelas “condenações” aplicadas aos corruptos que protagonizaram escândalos como o nacional Mensalão e o potiguar Foliaduto só nos leva a crer que infelizmente, ser corrupto neste país é mesmo um “bom negócio”. Senão, vejamos: o esquema do mensalão movimentou milhões de reais para pagar a obediência de deputados federais e senadores no Congresso Nacionol. A Justiça considerou que o fato realmente aconteceu e condenou apenas o publicitário Marcos Valério, principal pivô do escândalo, a uma pena chinfrim de apenas nove anos por sonegação fiscal. Veja bem, não foi por outra coisa, apenas por sonegar impostos do dinheiro sujo que manipulava. Não vai tirar um dia sequer de cadeia porque pode recorrer e isso ele o fará sem dúvida alguma. O Foliaduto vai no mesmo caminho.


Foliaduto
Anteontem, você leu no CORREIO DA TARDE que alguns dos envolvidos no esquema do Foliaduto haviam sido condenados a — pasmem! — pagarem multa. Isso mesmo, caro leitor, desviaram dinheiro público de shows que não aconteceram e vão ter apenas de pagar multa. Isso se pagarem porque terão direito a recorrer e, quem sabe, um dia, terão alguma penalidade por causa disso. Sinceramente, caro leitor, fica difícil acreditar neste país.

Sanguessugas
Esses dois casos não são únicos. Outro dia o ex-deputado Múcio Sá também foi “condenado” a pagar multa por causa do direcionamento de emendas do Orçamento da União para a sua fundação. O interessante é que na peça jurídica ficou provado, segundo o próprio juiz, que o ex-deputado cometeu desvio de recursos públicos. E que a partir desta conduta ele trouxe prejuízo aos cofres públicos. A condenação? Apenas uma multa. Nada mais do que isso.

Revolta
O que é mais interessante neste país é que enquanto os corruptos se safam numa boa, quem tem coragem de denunciá-los responde a processos e mais processos como se  fossem os jornalistas os bandidos. Isso é o que eu chamo de inversão dos preceitos morais. Roubar não dar em nada, mas publicar isso dá indenizações e/ou custos com advogados. Infelizmente, o Brasil não é um país sério.


terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Fafá: ser ou não ser, eis a questão

A prefeita Fafá Rosado (DEM) tem pela frente não apenas uma decisão pessoal a tomar. Antes de renunciar, ela vive um dilema hamletiano em que vai decidir não apenas o seu futuro mas o de milhares de seguidores da sua militância. Embora seja possível afirmar que Fafá e a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) fazem parte do mesmo grupo, é fato que Fafá tem a sua própria liderança. Ela foi capaz de aglutinar ao grupo já consolidado de Rosalba inúmeros outros apoiadores, alguns deles perseguidores por expoentes do rosalbismo. Gente que nunca passaria pela calçada do Palácio da Resistência acabou tendo espaço e deu o seu recado. Mesmo assim, apesar de ter se engajado aos objetivos de Fafá e do seu grupo, que sempre priorizaram Rosalba, estas pessoas não têm a menor garantia de que serão ou não aproveitadas em um Governo Ruth.


Dificuldade
Existem algumas dificuldades com relação a isso. Embora a promessa do rosalbismo seja a de não mexer com ninguém e de manter o grupo coeso, nem todos acreditam nisso. E alguns já arrumam as gavetas esperando pelo que vem por aí. A questão é simples, caro leitor: muitos dos rosalbistas têm a prefeitura como se fosse uma propriedade sua. E encaram os fafazistas como se estivessem nos seus cargos de favor. Tipo assim: “quando Ruth assumir, vai ter gente que vai voar”. Ué! E não são todos do mesmo grupo?

Realidade
A realidade dos bastidores do Democratas é a de que já começou um verdadeiro terrorismo pessoal e político contra membros do próprio grupo. E ninguém até agora tomou as rédeas disso. Embora na cúpula as discussões estejam a todo vapor, na base, na militância, o que temos ouvido é um verdadeiro muro de lamentações. Especialmente dos fafazistas que votaram e ajudaram a eleger Rosalba senadora da República e governadora do Estado.

Prejuízo
Entendo que as lideranças precisam mostrar claramente como se dará o processo de renúncia — se é que ela vai acontecer. Mais ainda: qual será o compromisso da gestão Ruth Ciarlini com quem tem passado os últimos sete anos trabalhando em favor de um projeto único que foi o de fortalecer o Democratas e o seu grupo. O prejuízo pode ser muito grande. Aliás, intransponível.

Oposição
A renúncia de Fafá pode sim ser a grande manobra política para conseguir-se manter por pelo menos mais quatro anos o mesmo grupo no poder municipal. Porém, se a dose a ser aplicada não for a adequada, corre-se o risco de fazer com que o paciente morra antes mesmo de conseguir se levantar da cama. Não ignoremos o momento ruim que vive o Governo Rosalba e muito menos o impacto negativo que a renúncia pode trazer. Até agora, o povo ainda não mostrou sinais de reação contrária, mas e se quem faz parte do grupo governista hoje rechaçar a decisão?

Dilema
É por essas e outras que Fafá tem refletido bastante a respeito do tema. Particularmente, acho que a decisão já está tomada. O que não impede, é claro, que haja mudança de percurso caso as garantias que realmente interessam não estejam postas na mesa. E que garantias seriam essas? A de que não haverá perseguição, mas reconhecimento daqueles que  contribuíram para a trajetória recente de Rosalba, Fafá, Dr. Leonardo, Betinho e todos os demais ícones do grupo democrata. Aguardemos, pois.


Rosalba anuncia pagamento de promoções verticais dos professores agora em fevereiro


Nesta terça-feira (14), o Instituto de Educação Superior Presidente Kennedy recebeu representantes da Diretoria Regional de Educação Cultura e Esportes (Dired) para a 1ª jornada pedagógica, que tem o objetivo de discutir melhorias na educação do Rio Grande do Norte. O encontro será encerrado nesta quarta-feira (15), mas os resultados positivos já foram adiantados pela governadora Rosalba Ciarlini e pela secretária de Estado da Educação e da Cultura, Betânia Ramalho.

No auditório do Instituto, a governadora antecipou as boas notícias aos professores presentes. A primeira é que em fevereiro o processo de promoções verticais da Educação será implantado. As promoções horizontais serão analisadas por uma comissão e fixadas posteriormente. Além disso, um grupo de trabalho será responsável pelo levantamento a respeito da reorganização do porte das escolas e reestruturação da Secretaria de Educação, com intuito de fortalecer as Direds.

Sobre as melhorias, a governadora Rosalba Ciarlini comentou que o RN “vai avançar muito na educação e, para isso, precisamos contar com o apoio dos professores e diretores para esse fortalecimento. O momento é de mudança e vamos somar e agregar. Tenho muitos sonhos e um deles é ver a Educação do RN avançar, por isso, vamos estar juntos”, declarou.


Começa o processo de implosão da candidatura própria do PT


Começou de fora para dentro, como era de esperar-se, a implosão da candidatura própria do Partido dos Trabalhadores (PT) em Mossoró. Ao contrário do que vinha se propagando nos últimos dias, de que o partido estaria fechado em torno do nome do reitor da Ufersa, Josivan Barbosa, o que se vê agora é uma forte influência da deputada federal Sandra Rosado (PSB) em torno do processo, a partir de negociação com a deputada federal Fátima Bezerra (PT). Fátima, como antecipei aqui na coluna, negocia com Sandra o apoio do seu grupo ao Senado Federal. Em nome disso, estaria disposta a bater de frente com o que a maioria do PT já havia decidido. Essa mudança de rumo de Fátima Bezerra é supreendente do porque foi justamente por conta de uma campanha ao Senado que o seu partido se distanciou da deputada e o seu grupo.


Lembrando
Para registro histórico: o PT tinha como candidato ao Senado em 2010 o seu militante histórico Hugo Manso. Foi preterido em Mossoró pelo senador Garibaldi Filho (PMDB), que teve o apoio do grupo de Sandra e da sua filha, Larissa Rosado, em nome de uma engenharia política que, dentre outras coisas, garantiu o repasse de algumas bases do grupo do hoje ministro para a própria Larissa. Ou seja: houve negociata política em nome da eleição deles, deixando-se de lado o PT que havia apoiado Larissa de graça em 2008.

Futuro
Não sou Walter Mercado, Mãe Dinah ou qualquer tipo de vidente. Porém, está ficando cada vez mais claro que o futuro político do reitor da Ufersa, Josivan Barbosa, será se candidatar a reeleição a que tem direito naquela instituição. Seria uma pena, é claro, afinal de contas Josivan é sem dúvida alguma a novidade no processo eleitoral de Mossoró. Sem ele, teremos de novo a dicotomia Rosado contra Rosado. Não tenho nada contra a família, mas um tempero na política de vez em quando faz bem, não acha, caro leitor?


domingo, 12 de fevereiro de 2012

Pastor Martin é eleito presidente da Assembleia de Deus no RN


O pastor Martin Alves da Silva é o novo presidente da Assembleia de Deus do Rio Grande do Norte. Pregador de mão cheia e um líder na essência da palavra, ele foi escolhido pelo ministério de pastores em uma votação folgada: teve 190 votos, contra 122 do pastor Ivan Gonçalves, de Santa Cruz.

Pastor Martin se destacou no trabalho feito em Mossoró. Dentre outros avanços, conseguiu espalhar templos da Assembleia por dezenas de bairros e na Zona Rural. São mais de 120 somente dentro da capital do Oeste. Também foi pastor Martin quem construiu o templo-sede da igreja em Mossoró, um dos mais bonitos e bem estruturados do RN.

A escolha foi justíssima.


Muitas emoções ainda pela frente na sucessão de 2012

Não bastasse o fato de que a oposição pela primeira vez em 16 anos lidera as pesquisas de opinião em Mossoró, os últimos fatos públicos e de bastidores da sucessão municipal apontam para muitas emoções ainda. A começar pelo avanço do PSB na tentativa de alijar a candidatura do reitor da Ufersa,  Josivan Barbosa. A ação dos peessebistas está ganhando espaço e conta com a ajuda da deputada federal Fátima Bezerra (PT). Pasmem! Fátima está ajudando ao grupo da deputada/candidata Larissa Rosado (PT) em busca de apoio para a sua candidatura ao Senado em 2014. Quem não se lembra que foi justamente a quebra de compromisso do grupo de Larissa que deixou de apoiar o petista Hugo Manso para ficar com Garibaldi Filho (PMDB) que fez boa parte do PT hoje querer distância dos membros do PSB local?


Futuro
Incoerências e traições a parte, o fato é que o PSB conseguiu mexer com a “consolidada” candidatura do reitor ufersiano. Mais ainda: criou um clima de beligerância do PT contra o próprio PT, na medida em que tem petista fulano da vida com a mudança de rumo dos últimos dias. Em que isso vai dar, só Deus sabe. O fato é que pelos próximos dias teremos muita pauta envolvendo o PT e as suas intermináveis assembleias.

Governismo
No governismo também se espera muitas emoções. A começar pela definição da prefeita Fafá Rosado se vai ou não vai renunciar. Hoje, nove entre dez analistas políticos apontam que sim. Assim sendo, chegará a hora de começar a campanha em torno do nome da vice-prefeita Ruth Ciarlini (DEM). A atual vice-prefeita ascenderá ao principal cargo político local com o intuito de reverter a vantagem da oposição e finalmente dar início à campanha pelo lado governista. O problema é que isso está demorando demais.

Tarde
Dentro do próprio governismo há uma certa pressa para que as coisas aconteçam. Especialmente porque Ruth será candidata contra alguém que o é desde 2008. Larissa Rosado saiu da campanha daquele ano derrotada e já trabalhando para 2012. E aqui estamos, sem que o governismo ainda tenha definido oficialmente o seu nome.

Favoritismo
Entendo que assim que as coisas se definirem o governismo se torna favorito diante do fato de estarem no mesmo palanque as duas maiores eleitoras de Mossoró: Rosalba e Fafá. E mais ainda pelo fato de ser candidata ninguém menos do que a irmã da governadora. Porém, a campanha deste ano será muito mais difícil do que as quatro últimas, em que o rosalbismo/fafazismo saiu vencedor. Ninguém deve esquecer que as circunstâncias não são as mesmas das disputas anteriores.

Frente
A oposição de Mossoró saiu na frente, avançou no quadro político e está tentando buscar a sua unidade com o alijamento de Josivan. Isso é péssimo para o situacionismo que não terá de enfrentar uma oposição dividida e ainda vai ter de buscar votos dentro dela. Mesmo assim, o governismo só perde se “desaprender” a fazer política. E isso, pelo jeito, ainda não ocorreu.


sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Quantos mais serão vítimas de animais na pista?


Um grupo de profissionais de imprensa sofreu grave acidente na noite de quarta-feira quando se dirigia de Mossoró para cobrir um jogo do Potiguar, em Natal. Em meio aos viajantes, um árbitro de futebol, que acabou falecendo vítima do acidente. O colega Esaú Andrade (foto), com quem trabalhei em dois jornais, ficou em estado grave e luta pela vida. Tudo porque no meio do caminho existia um animal. Mas afinal de contas, até quando seremos vítimas de animais na pista? Até quando as autoridades vão fazer vista grossa quanto a um problema tão sério? Ora, caro leitor, não faltam casos de pessoas mortas por causa disso. Eu mesmo, em julho do ano passado, por pouco não perdia a minha vida quando tive de desviar de duas vacas no meio da RN-118, pastando como se fosse o lugar mais comum do mundo. Poderia fazer parte de uma estatística triste, mas não era a minha vez.


Ação
O caso envolvendo os radialistas mossoroenses é mais um dentre tantos que a gente tem presenciado quase que diariamente. Está na hora da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Rodoviária Estadual agirem. Não tem cabimento que animais na pista seja um perigo diário e ninguém faça nada contra isso. Por que os dois organismos não realizam fiscalizações permanentes quanto a isso? E se realizam, por que continuamos tendo tantos animais na pista?

Estradas
Tenho viajado semanalmente por estradas federais e estaduais e nas duas encontramos animais o tempo inteiro. Semana passada, quando trafegava pela BR-110, entre Areia Branca e Mossoró, um verdadeiro rebanho estava no meio da pista simplesmente indo de um lado para o outro. Mais do que comum é encontrar vacas, jumentos, cabras e outros animais na RN-221 — entre Porto do Mangue e Pendências — sem falar nos que que vivem o tempo inteiro na RN-118.

Rigidez
Esse tipo de problema só se resolve com leis e ações rígidas. No dia em que o dono do animal for preso por causa acidente a alguém ou pagar pelo prejuízo, as coisas mudam. Ao mesmo tempo, é preciso que se façam operações de recolhimento desses animais. As nossas estradas não devem e não podem continuar a serem avenidas da morte. Isso é um absurdo sem tamanho.



quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Rosalba fecha acordo com produtores para pagar dívida do leite em quatro meses


O Governo do Estado fechou acordo com a Fiern e com o Sindicato das Indústrias de Laticínios e Produtos Derivados do RN (SINDLEITE-RN) para quitar os débitos do Programa do Leite deixados pela gestão anterior. O acordo foi firmado em reunião nesta quinta-feira (09), na Governadoria. O valor devido, cerca de R$ 3,4 milhões, será pago em oito quinzenas, a partir de março, paralelamente ao pagamento das quinzenas do Programa do Leite 2012.

Segundo o diretor geral da Emater-RN, Ronaldo Cruz, os recursos para o pagamento de débitos atrasados e das parcelas quinzenais do Programa do Leite em 2012 estão garantidos no orçamento deste ano. A dificuldade enfrentada em 2011 para liquidar as dívidas se deu porque os recursos destinados a esse programa estavam inseridos no Programa de Combate à Pobreza, e isso dificultou a distribuição do dinheiro.

Mas, além de quitar a dívida, o Governo do Estado trabalha para reestruturar o Programa do Leite a partir de sua municipalização. Segundo a governadora Rosalba Ciarlini, esse novo formato vai facilitar a logística de distribuição tanto para as cidades quanto para a população. “Quando fui prefeita, nunca soube quantas pessoas eram beneficiadas ou quem recebia leite em minha cidade. Acho isso muito errado. É preciso ter um controle maior para que o leite chegue ao destino certo, às crianças”, disse a governadora.

Rosalba ainda esclareceu que a municipalização do Programa do Leite não vai afetar os produtores e que vai cobrar uma prestação de contas dos municípios, além de acompanhar relatórios de acompanhamento da saúde e desenvolvimento das crianças beneficiadas. Os representantes do SINDLEITE concordaram com a iniciativa, mas disseram que é preciso capacitar as comissões municipais que distribuem o leite, para que o trabalho seja feito de maneira eficaz. Já o presidente da Fiern, Amaro Sales, disse que a estrutura do Sesi e do Senai está à disposição para capacitar as pessoas que atuam diretamente no programa.


Grupo de Larissa articula para tirar o PDT do palanque do PT


O rosadismo tem a sua digital na articulação que tenta tirar o PDT de perto do PT e isolar o partido da estrela solitária — sem trocadilhos, juro. O movimento é simples e objetivo: oferecer ao PDT uma aliança na chapa proporcional com o quase aliado PTB, partido liderado em Mossoró por ex-suplentes do PR e que pretende conseguir pelo menos três vagas. Assim, o grupo da deputada-candidata Larissa Rosado atenderia os interesses das duas legendas.

Entendimento
O entendimento é simples: o PTB, que tem o vereador Ricardo de Dodoca como puxador de votos, acomodaria o interesse do principal expoente do PTB, o ex-vereador Tomaz Neto, que tenta voltar à Câmara Municipal após três tentativas frustrada. Por outro lado, o PTB começaria a refazer as contas e ao invés de sonhar com três vereadores acredita que com essa aliança poderia chegar aos quatro com certeza e ao quinto com uma sobra de votos boa.

Implodindo
Com isso, o PSB de Larissa jogaria mais uma bomba em cima da pré-candidatura do reitor da Ufersa, professor Josivan Barbosa (PT), que já chegou até a anunciar o presidente de honra do PDT, Rútilo Coelho, como sendo o seu candidato a vice. Sozinho, entende o rosadismo, Josivan se tornaria presa fácil e forçaria o PT a rever seus planos de candidatura própria. Resta saber se os petistas vão aceitar esse tipo de manobra.

Opinião
Cá entre nós, não entendo porque o PT não quer a aliança com o PDT. O partido sabe que sozinho apenas “sonha” com uma segunda cadeira na Câmara Municipal. Porém, se fizer aliança com o PDT garantirá duas cadeiras. Mesmo que a outra seja do PDT, entendo que vale o sacrifício, afinal de contas em política você precisa ceder para poder agregar. Não acredito que o PDT tome a cadeira do PT nem que o PT faça dois. Portanto, a aliança na proporcional só tem a ajudar.


A renúncia de Fafá e as nuvens

De tão bom, o artigo do jornalista Gutemberg Moura, publicado em seu blog (www.gutembergmoura.com.br) merece ser publicado na íntegra por aqui. Acompanhe: “Ora, ora! Não sei porque tanto estardalhaço político diante da iminente renúncia da prefeita de Mossoró, Fafá Rosado. A sua saída do governo faz parte de um projeto eleitoral articulado pelos líderes do seu grupo político. Nada de "surpreendente" na política... mundial. Não será a primeira vez - e certamente jamais será a última - que um gestor municipal renunciará ao cargo em nome da consolidação de um projeto político, que julga certo. Afinal, como declarou um dia o ex-governador mineiro, Magalhães Pinto, "política é como nuvem. Você olha e ela está de um jeito. Olha de novo e ela já mudou". O pensamento filosófico do político nas Minas Gerais aplica-se como uma luva no caso da renúncia da prefeita Fafá Rosado.


Continua
“Dias atrás, ela declarou que não deixaria o governo, mas agora declina em direção contrário. O fato, é que a prefeita deixando o cargo sairá de cabeça erguida, convicta de que, em de sete anos, transformou Mossoró. Pôs a cidade no caminho do progresso e do desenvolvimento. Ninguém po-derá apagar essa realidade.

Mais
“E mais... Fafá Rosado, ao optar de renúncia, sairá de mãos limpas; ficha limpíssima, sem nenhuma acusação de improbidade administrativa e de malversação do dinheiro público, algo raríssimo no político brasileiro. Por fim, a renúncia de Fafá Rosado, no plano político-eleitoral, sepulta o discurso "divisionista" pregado pela oposição, de que ela e a governadora Rosalba Ciarlini estariam em palanques diferentes nas eleições de 2012.

Finalizando
“Ao contrário, vão estar juntas como os dois maiores eleitores de Mossoró na atualidade; um peso eleitoral robusto, indissolúvel à luz da atual realidade política de Mossoró, até porque a oposição está dividida. E muito frágil.” Sem mais a acrescentar, caro Berguinho!


terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Sandra pede explicações ao DEM; e as dela?


Finalmente concordo em alguma coisa que diz a deputada federal Sandra Rosado. A entrevista exclusiva ao jornalista Carlos Skarlack, ontem, no CORREIO DA TARDE, mostrou que assim como essa coluna previu o discurso de afagos entre o grupo da parlamentar e o da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) chegou ao fim. Nada demais nisso, diga-se. Ora, caro leitor, todo mundo e seu raimundo sabem que Sandra e o ex-deputado Carlos Augusto Rosado têm projetos de poder divergentes. Sempre tiveram. Um dia Sandra sonhou que seriam projetos conjuntos, mas não são e nunca serão porque eles precisam estar divididos para sobreviverem. Mas isso é assunto para outro dia. Quero dizer que concordei com a deputada quando ela disse a Skarlack que o DEM vai precisar dar explicações sobre uma suposta renúncia da prefeita Fafá Rosado.


Transparência
Ora, caro leitor, um dos princípios que devem nortear a política é o da transparêncai. E evidentemente que o DEM terá de ser transparente e explicar o assunto envolvendo a renúncia de Fafá, caso esta se concretize, é bom salientar. Assim como teria de fazer qualquer outro partido. Porém, no entanto, todavia, entretanto, é bom que não nos esqueçamos que a política é uma via de mão dupla. No mesmo momento que se pede transparência também se deve ter. Não é justo cobrar explicações de alguém e fazer de conta que não há cobrança sobre si.

Mais
Portanto, na hora em que Sandra antecipa que vai cobrar em palanque as explicações necessárias aos mandatários do Palácio da Resistência com relação ao acordo político do DEM, ela também tem de finalmente apresentar as explicaçoes que a sociedade sempre pediu. Ela, não. Vírgula. Quem vai ter de se explicar é a deputada estadual Larissa Rosado (PSB), que será o alvo, sem dúvida alguma.

Sanguessugas
Embora fuja do tema como o diabo foge da cruz, Larissa tem muita coisa a explicar. Ora, caro leitor, será que ela esqueceu que a sua família está atolada até o pescoço com a chamada Máfia dos Sanguessugas? Este esquema, segundo o Ministério Público Federal, foi responsável por desviar milhares de reais em ambulância superfaturadas e na compra de remédios que nunca chegaram ao seu destino. Ambulâncias e remédios que deveriam atender a pessoas pobres, atendidas pelo SUS.

Responsabilidade
Tem outras explicações que Mossoró precisa ouvir do grupo de oposição à cidade.  Por exemplo: qual a responsabilidade de Larissa na situa-ção caótica que vive a Casa de Saúde Dix-sept Rosado/Apa-mim? Ou será que esqueceram que Larissa foi diretora-financeira do hospital? Consta na ação que a Cosern move para tentar receber milhares de reais atrasados por não-pagamento de energia elétrica que contas do período em que ela foi administradora não foram pagas.

Escândalos
E a citação do nome de Larissa nos depoimentos da Máfia dos Sanguessugas, que nunca foi explicado? Ora, caro leitor, o próprio empresário Darci Vedoin, dono da empresa Planam, que inclusive veio a Mossoró a convite do pai da candidata, Laíre Rosado, disse em depoimento à Polícia Federal que parte da propina enviada para Laíre seria para bancar a candidatura de Larissa na campanha derrotada de 2004. Isso nunca foi explicado e pelo jeito o grupo da deputada não quer nem ouvir falar.

Direito
Portanto, caro leitor, o mesmo direito de quem cobra é o de quem é cobrado. Se o DEM terá de apresentar explicação convincente quanto ao povo de Mossoró quanto a isso, a oposição também terá de fazê-lo sob pena de ficar falando sozinha. Eu aqui da coluna vou ficar assistindo tudo de camarote, esperando que as explicações realmente apareçam.


Série C terá jogos o ano inteiro

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou hoje grandes mudanças na Série do Campeonato Brasileiro. A mais relevante e positiva será a mudança no sistema de disputa, que passa de quatro grupos de cinco equipes (como foi em 2011), para dois grupos de 10, o que permitirá aos 20 clubes envolvidos na competição estar em atividade durante todo o ano.

Apenas essa mudança garantirá aos clubes um calendário anual, tendo em vista que a competição terá 18 rodadas só na primeira fase. Os quatro melhores colocados em cada grupo se classificarão para a fase mata mata. Daí em diante, os grupos se cruzam para fazer as quartas-de-final, semifinal e a decisão.

"Com esse novo sistema, passamos a ter 60 clubes com calendário anual. Isso é melhor para as equipes conseguirem patrocínio, os jogadores se manterem empregados o ano inteiro, e para os torcedores acompanharem as partidas", explicou Reinaldo Bastos, diretor do Departamento de Desenvolvimento e Projetos.

Além disso, a Série C passará a ter o calendário alinhado com o das séries A e B. Dessa forma, não haverá jogos no meio de semana, o que facilita a presença do público, segundo Reinaldo Bastos, e também contribui para uma melhor preparação das equipes.

Uma outra novidade promete aumentar ainda mais o nível técnico da competição. A partir deste ano, os clubes da Série C receberão grande aporte financeiro da CBF, o que permitirá a eles investir e planejar melhor na montagem dos seus elencos. Na prática, a entidade vai pagar o deslocamento das equipes para até 25 pessoas na delegação, transporte, estada, alimentação, além de todas as despesas relativas à arbitragem.

A Série C 2012 está marcada para começar no dia 27 de maio. Com as novidades divulgadas nesta terça-feira, o término do campeonato foi prorrogado da data original: ao invés de definir um campeão no início de outubro, a Série C 2012 se estenderá até meados de novembro.


sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Mais uma sede do Detran seria bom para Mossoró, mas questionamentos precisam ser feitos


Muito bom que Mossoró venha a ter uma nova unidade do Detran, porém é preciso que tenhamos muito cuidado no fato de que ela vai funcionar no ambiente onde estão empresas que vendem veículos.

Evidentemente que não estou colocando aqui qualquer tipo de dúvida a respeito do Show Auto Mall, porém se as coisas não ficarem bem claras a situação pode se tornar incompatível. Como os novos funcionários vão trabalhar de forma independente ao lado de empresas interessadas naquele serviço?

Ao mesmo tempo, preocupo-me com a estrutura. Se o Detran funcionar no Show Auto Mall, a estrutura da Central do Cidadão será desativada? Se assim o for, os empresários que não têm lojas no local serão prejudicados por isso?

Não tenho dúvidas de que isso está sendo pensado pelo Governo Rosalba Ciarlini e terá um anúncio definitivo dentro em breve. É fato, no entanto, que antes de qualquer definição, os questionamentos deveriam ser respondidos.


Josivan tem uma escolha de sofia a fazer


O reitor Josivan Barbosa (PT) terá um abacaxi e tanto para descascar até as conven-ções de junho vindouro. Se não quiser ter apenas o PDT como aliado na sua chapa, vai ter de convencer a sua legenda a abrir mão de uma das decisões tomadas até aqui: a de não se coligar na chapa proporcional com nenhum partido que possa lhe tirar a tão sonhada cadeira no Legislativo. Missão quase impossível, diga-se de passagem.

Razão
Confesso, caro leitor, que não tiro a razão do PT de não querer se coligar na proporcional. O partido já perdeu cadeiras para outros aliados em campanhas passadas. Que o diga a eleição de Mossoró em 2008, quando os votos do professor Luiz Carlos, o mais votado do PT naquele ano, só ajudaram a eleger, na rabeira, o hoje vereador Lahyre Rosado Neto, o décimo sexto colocado naquela disputa. A Câmara tinha 13 cadeiras à época. Em 2012, terá 21.

Projeto
O projeto do PT  aponta para uma cadeira certa e possivelmente a segunda, se a votação de legenda for um pouco maior do que tem sido ultimamente. Por outro lado, sem abrir espaço na proporcional, o PT no máximo vai conseguir se coligar com os nanicos. Uma verdadeira escolha de sofia, sem dúvida, mas na política é assim mesmo: quem está na chuva é para se molhar.


Carlos Augusto vai a inauguração de obra e acerta últimos detalhes com Fafá

Deu no Blog do Gutemberg Moura (www.gutembergmoura.com.br):

O ex-deputado Carlos Augusto está neste momento no Palácio da Resistência, sede do governo municipal, reunido com a prefeita Fafá Rosado, com o deputado estadual Leonardo Nogueira e com o secretário-chefe do Gabinete da Prefeita, Gustavo Rosado. Em pauta, poucas amenidades e, como o momento pré-eleitoral sugere, o tema político está na pauta da conversa entre os aliados. 

Antes de chegar ao Palácio da Resistência, o ex-deputado Carlos Augusto fez questão de acompanhar a prefeita Fafá Rosado ao conjunto Liberdade I, onde a Prefeitura entregou à população na tarde desta quinta-feira, 2, a reforma de uma unidade de saúde. Bem à vontade, o ex-deputado aproveitou o momento para rever amigos e ver de perto mais uma ação realizada pela Municipalidade. 

Carlos Augusto é o comandante-em-chefe do rosalbismo (diz-se grupo político liderado por ele e pela governadora Rosalba Ciarlini, reforçado há oito anos pela ala liderada pela prefeita Fafá Rosado. Unido e ainda mais forte, o grupo se prepara para disputar mais uma campanha eleitoral com amplas possibilidades de vitória, assim como vem se repetindo, seguidamente, há quase 16 anos.

No meio político da cidade, fala-se na renúncia da prefeita Fafá Rosado, como forma de dar continuidade ao projeto exitoso do grupo político governista, que fez de Mossoró uma das cidades mais prósperas do Brasil. 

Ao contrário do “achismo” da oposição, Fafá, Carlos, Rosalba, Leonardo, Ruth, Betinho, e outros políticos de peso, não se desgrudam e vão formar um dos palanques mais fortes nas eleições municipais deste ano, marcadas para acontecerem dia 7 de outubro.