segunda-feira, 28 de novembro de 2011

As vaias a Rosalba em São Gonçalo e a falta de humildade

Já escrevi aqui e repito: confio na governadora Rosalba Ciarlini (DEM) como boa administradora, uma pessoa bem intencionada. Porém, também volto a repetir: falta humildade na hora de entender que o Governo precisa de ajuda. Ora, caro leitor, as vaias recebidas pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM) em São Gonçalo do Amarante, ontem, durante a passagem da presidente Dilma pelo lugar, não são apenas dos moradores daquele município. Elas representam o sentimento da grande maioria dos municípes potiguares.

Em Macau, onde estou morando durante a semana, tenho ouvido diariamente reclamações quanto ao Governo que vão desde o sucateamento da Central do Cidadão aos problemas com os servidores. Creio que Rosalba deveria, ao invés de ficar achando supostos mentores das vaias, ter humildade e arregaçar as mangas.

Postura
Tudo deveria começar com relação à postura junto aos aliados. O episódio Robinson Faria (PSD) revelou um ar de superioridade que só trouxe prejuízos para o Governo. Ao contrário do que pensa o seu mentor, o ex-deputado Carlos Augusto, a fritura de Robinson trouxe mais prejuízo para Rosalba do que para o próprio vice-governador, do ponto de vista da imagem. Robinson saiu como vítima, como perseguido. Enquanto Rosalba saiu como a mulher que tem um carrasco por trás dela.

Administração
E o que isso influencia na administração? Muito, caro leitor. Sem um clima político de paz, Rosalba vai sendo minada em sua popularidade, o que prejudica o andamento do trabalho. Repito: Rosalba é uma boa administradora e pode fazer muito ainda pelo Rio Grande do Norte, mas vai ter de se desvencilhar — ela e Carlos Augusto, diga-se de passagem — da velha mania de perseguição. No Governo do Estado não dá para continuar repetindo a endemoninhação de aliados e adversários como se eles fossem responsáveis pelos erros que são exclusivamente da atual administração.

Concluindo
Rosalba precisa entender que só se conquista o Estado com resultados. E até aqui, os resultados do seu Governo são pífios. Claro que tem a crise financeira, mas esse discurso já está cansado e pode criar um desgaste que se tornará irreversível. A luz amarela está acesa. É hora de tomar alguma atitude que a transforme em verde brevemente.


Nenhum comentário: