domingo, 25 de setembro de 2011

Três categorias do Estado têm indicativo de greve a partir do dia 4

Três categorias de servidores estão com a "bala na agulha": se o Governo não pagar a primeira parcela dos seus respectivos Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) no salário deste mês, os trabalhadores da Tributação, Fundação José Augusto e Idema paralisarão suas atividades a partir da terça-feira dia 4 de outubro.

A decisão foi anunciada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Administração Indireta (SINAI).

A Polícia Civil ameaça nova greve já em assembleia nesta quarta-feira (28). Da mesma forma, os trabalhadores da educação, com exceção dos professores, que já tiveram o seu reajuste garantido.

As categorias reclamam que o Governo não cumprirá o que prometeu, que foi justamente começar a pagar os reajustes dos PCCS a partir deste mês de setembro.


Nenhum comentário: