terça-feira, 28 de junho de 2011

Robinson se lança ao Senado e Rosalba à reeleição. E o PMDB?


O vice-governador Robinson Faria (PMN) disse ontem ao jornal Valor Econômico que é candidato ao Senado Federal em 2014 e que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) será candidata à releeição naquela data. Uma declaração no mínimo precipitada diante do pouco tempo de governo e mais ainda diante das dificuldades deste início de mandato. Antecipar o debate agora não vai ajudar em coisa alguma ao rosalbismo.

Consequências
Ora, caro leitor, as consequências para esse ato podem ser as piores possíveis. Primeiro, que Rosalba vai precisar de aliados para superar a crise em que se meteu no momento. Se os cargos na chapa majoritária estão quase todos fechados, a quem interessará apoiar o Governo no futuro? É bom Robinson lembrar que o PMDB não está lá muito feliz com o tratamento oferecido pelo Governo Rosalba e o deputado Henrique Alves já andou sondando o cargo de senador.

Debandada
O grupo de Robinson tem mostrado um apetite que não ajuda muito na articulação política. É bom a gente lembrar que o PMDB recentemente teve um baque importante: a inviabilização do nome do deputado estadual Walter Alves (PMDB) para a presidência da Assembleia Legislativa. E mais: havia um compromisso do grupo de Robinson, segundo revelou o ministro Garibaldi Filho (PMDB), para que a legenda ficasse com a presidência no segundo semestre.

Reação
Para quem teve coragem de peitar a presidente Dilma Rousseff, alguém duvida que o deputado Henrique Alves, reforçado pelo ministro Garibaldi Filho, tenha coragem de fazer o mesmo com relação ao Governo Rosalba? Daí o porquê de eu achar a declaração precipitada e que pode trazer consequências danosas ao grupo do qual Robinson faz parte.

Resultados
Melhor seria, neste momento, alcançar resultados na administração estadual e tentar fortalecer o grupo não tão forte assim. Depois, as eleições poderiam vir à tona. Creio que Robinson teve a melhor das intenções e, aliás, tem todo o direito de externar sua opinião sobre qualquer assunto. Mas continuo achando que vai atrapalhar mais do que ajudar. Aguardem.


Nenhum comentário: