sábado, 29 de janeiro de 2011

Governo cria plantão de emergência para atender possíveis vítimas das chuvas

A governadora Rosalba Ciarlini determinou, no início da tarde de ontem, 28, a criação de um plantão para atendimento dos casos de emergência ou calamidade pública provocados pelas chuvas. “Vamos estar preparados para qualquer situação”, assegura a governadora, anunciando a integração de secretarias para a assistência aos moradores que sofrerem com inundações.

A princípio a população será atendida pelo telefone 193 (Bombeiros), mas depois será criada uma central de recebimento dos pedidos de assistência interligada com o sistema recentemente implantado pelo governo federal. O governo do Estado também irá reestruturar a Defesa Civil e controlar a situação de açudes e barragens. Aliás, já foram monitoradas 47 barragens, segundo o vice-governador e secretário de Recursos Hídricos, Robinson Faria. No RN são cerca de 4 mil, entre barragens e açudes públicos e particulares.

A Secretaria de Justiça e Cidadania também já dispõe de relatórios apontando os seis municípios considerados os pontos mais críticos: Jucurutu, Tangará, São Paulo do Potengi, Assú, Ipanguassu e Apodi.

O plantão de emergência ou calamidade foi criado numa reunião da governadora com os Secretários de Recursos Hídricos, Robinson Faria; Justiça e Cidadania, Thiago Cortez; Segurança, Aldair Rocha; Infraestrutura, Kátia Pinto; Gabinete Civil, Paulo de Tarso; Trabalho e Ação Social, Luiz Eduardo Carneiro; Diretor do DER, Demétrio Torres; Coordenador da Defesa Civil, cel. Aciolle; comandante da Polícia Militar, cel. Francisco Canindé Dantas; Comandante do Corpo de Bombeiros, cel. Araújo e subcomandante, tenente-coronel, Otto Saraiva.

Embora o plantão tenha sido criado durante essa temporada de chuvas, o governo quer mantê-lo para períodos de seca.

Nenhum comentário: