segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Alerta: barragens de Santa Cruz e Assu já estão com 70% da capacidade

A avaliação feita pela Defesa Civil do Rio Grande do Norte constatou que as barragens Armando Ribeiro Gonçalves no município de Assu (foto) e Santa Cruz, em Apodi, atingiram 70% da capacidade de armazenamento, faltando 4,5 metros para atingir o primeiro sangradouro.

A situação é de alerta vez que as duas barragens poderão sangrar com a ocorrência de 700 milímetros de chuva. Em Apodi, a Defesa Civil constatou risco de inundação, no caso de transbordamento da barragem, nos distritos de Caboclo, Caraforça, Carpina, Várzea de Salina, Várzea da Carreira, Trapiá I e II, Bamburral, Cipó e Baixa Faixada I e II. Em Apodi existem 12 mil pessoas morando em áreas de risco, segundo a COMDEC.

Nas regiões visitadas, a Defesa Civil constatou problemas que podem contribuir para as inundações. Para corrigi-los, o Governo do Estado está notificando as autoridades responsáveis, prefeituras, órgãos da União e do próprio Estado. Em Apodi, é preciso desassorear os rios Apodi e Umari, retirar entulhos, sedimentos, lixo e outros detritos para repor a capacidade de vazão.

No município de Ipanguaçu, a Defesa Civil constatou erosão na parede externa da barragem do Pataxó, defeito nas comportas, impossibilitando sua abertura para dar vazão às águas e elevado nível das águas.

Em Assu foi constatado erosão na parede externa da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o que mostra a falta de manutenção, riscos de inundação e isolamento nos bairros Lagoinhas e comunidades de Linda Flor, Santo Antonio, Martins, Estevão e Ilha Forte, favela Belo Horizonte.

A Defesa Civil também constatou risco de inundação em cidades que margeiam o rio Piranhas, como Carnaubais, Pendências, Itajá, Alto do Rodrigues, Ipanguaçu, Macau e Porto do Mangue.

Entenda a polêmica sobre a posse de suplentes em Natal

O vereador-presidente da Câmara Municipal de Natal, Edivan Martins (PV), está envolto em um grande dilema: dar posse aos suplentes das coligações ou dos partidos dos vereadores que renunciaram hoje aos seus mandatos para assumirem cadeiras na Assembleia Legislativa e Câmara Federal? O blog explica a polêmica:
Os vereadores Paulo Wagner (PV) e Hermano Morais (PMDB) foram eleitos em outubro passado deputados federal e estadual, respectivamente. Com isso, renunciaram hoje aos mandatos na Câmara de Natal.

O natural é que sejam empossados os primeiros suplentes das suas respectivas coligações. A vaga de Paulo Wagner deverá ser assumida pelo primeiro suplente Assis Oliveira (PR), enquanto a de Hermano pelo primeiro suplente Fernando Lucena (PT).

No entanto, aproveitando-se de decisão recente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que declarou ser do partido a vaga de quem renunciar ao mandato e não da coligação, o PMDB quer a cadeira de Hermano para Rejane Ferreira, a segundo suplente da coligação. O PV quer a vaga para o suplente Dinarte Cruz.

Edivan Martins declarou à coluna Primeira Mão, do jornalista Walter Fonseca (CORREIO DA TARDE), que só se pronunciará após ouvir a mesa-diretora da Casa e a assessoria jurídica. Os partidos já começaram a se mobilizar pela cadeira (veja postagem abaixo com João Maia, presidente do PR).

Que tal uma CPI para investigar os milhões recebidos pela Dix-sept Rosado?

Alguns vereadores da Câmara Municipal de Mossoró, que têm ameaçado o Executivo com CPIs por causa do repasse – ou seja, uma parte dos vereadores briga por dinheiro – bem que poderia aproveitar um fato concreto e abrir uma investigação séria. Por que não procurar saber como uma instituição que recebeu milhões e milhões ao longo dos anos chegou à quebradeira de agora? É o caso da Casa de Saúde Dix-sept Rosado.

Isenção
Se os vereadores abrirem as duas CPIs talvez haja alguma credibilidade no trabalho de “investigação”. Caso contrário, vai ficar na cara que se trata de perseguição política mesmo. Nada mais do que isso.

Processos
Caso os vereadores não tenham “elementos” para a CPI da Dix-sept Rosado, sugiro procurar o Ministério Público Federal ou mesmo a Justiça Federal. Lá existem cinco grandes processos envolvendo o nome da instituição com lavagem de dinheiro da chamada Máfia dos Sanguessugas.

Emendas
Num dos processos, o Ministério Público Federal conseguiu o bloqueio de bens por duas vezes, do ex-deputado federal Laíre Rosado, que até hoje é o diretor-superintendente da Casa de Saúde. À época, ele teria utilizado a instituição, segundo a denúncia, para “trocar” notas fiscais com empresas do Mato Grosso. Ao invés de enviarem remédios para a Dix-sept Rosado, de acordo com o MPF, as empresas enviavam o dinheiro de uma suposta propina. Foram encontrados nove depósitos nas contas de Laíre e outros tantos nas contas de laranjas.

Vereador Lahyre Neto “esqueceu” a crise da Casa de Saúde Dix-sept Rosado

O vereador de primeiro mandato Lahyre Neto (PSB) tem se notabilizado por posições radicais contra a administração municipal. Membro da oposição, bota defeito em tudo, o que aliás é uma prática antiga da política. Lahyre Neto apenas dá continuidade à história do seu grupo político.

A deputada Sandra Rosado (PSB), desde que perdeu a campanha pela prefeitura em 1996 por 31 mil votos de maioria, para a hoje governadora Rosalba Ciarlini (DEM), aumentou o tom das críticas aos adversários, chegando bem próximo da insanidade política.

A oposição radical feita pelo seu grupo é tão forte, e por vezes sem propósito, que utiliza uma TV Educativa para fazer proselitismo diariamente, mesmo que isso vá de encontro à política de concessão das televisões educativas.

Essa mesma oposição radical, feita cegamente e na maioria das vezes sem qualquer compromisso com a verdade, “esquece” de olhar para o próprio rabo. O vereador é um exemplo disso. Ele bota defeito em todo o sistema de saúde municipal. Para ele, nada funciona, mesmo que as UPAs salvem vidas diariamente, que a cidade pague com recursos próprios plantões de médicos em várias especialidades – inclusive na Casa de Saúde Dix-sept Rosado, controlada pela sua família com mão-de-ferro.

Ora, caro leitor, o vereador está se utilizando da velha máxima do “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”. A Dix-sept Rosado, mal administrada e enfrentando sérios problemas financeiros, está praticamente inviabilizada. E de quem é a culpa? O vereador bem que poderia responder a essa pergunta. Ou será que ele vai dar de ombros e fingir que não é com ele?





João Maia pede que Edivan Martins "respeite coligação com PR"

O deputado federal João Maia (PR) foi um dos primeiros líderes partidários a pressionar o presidente da Câmara de Natal, Edivan Martins (PV), a dar posse a um aliado seu no Poder Legislativo local. João Maia apelou para a aliança feita em 2008 com o PV, partido de Edivan.

Na correspondência, João Maia disse:"Edivan, peço a você, que considero uma pessoa de bem, que respeite a coligação que o PR fez com o PV em 2008 e 2010, que resultou na eleição da prefeita de Natal, de vereadores, de um deputado federal e de um senador para o PV. Em nome da solidariedade e da confiança na aliança política, reivindico como presidente de um partido aliado, que você acate a legítima reivindicação para a posse de Assis Oliveira”.

João Maia também não perdeu a oportunidade de cutucar o "aliado" Henrique Alves (PMDB): "Do presidente do PMDB, deputado Henrique Alves, espero e confio que terá o mesmo comportamento". Em tempo: Henrique reivindica a mesma vaga para a suplente Renaje Ferreira.

Mais tarde publicarei um post explicando essa polêmica em torno da posse de suplentes na Câmara de Natal.

domingo, 30 de janeiro de 2011

PMDB escolhe Hermano para primeira secretaria, mas não tem garantia do posto

O deputado estadual diplomado Hermano Morais foi escolhido pelo seu partido, o PMDB, como o candidato à primeira secretaria. Ele deve ser confirmado nesta terça-feira, diz 1o., quando tomará posse junto aos seus colegas de legislatura. Hermano deve fazer parte da mesa-diretora de consenso que o Poder Legislativo terá.

O nome de Hermano foi escolhido em reunião na noite de hoje, envolvendo parte da bancada do partido. Dos seis deputados peemedebistas, dois não estiveram presentes: José Dias e Nelter Queiroz.

A escolha de Hermano, no entanto, não deve garanti-lo na primeira secretaria. É que o deputado Raimundo Fernandes está se articulando por fora e já teria conseguido, inclusive, o apoio de vários novatos que tomam posse na terça-feira. São eles: Tomba (PSB), George Soares (PR), Fábio Dantas (PHS) e Dibson Nasser (PSDB).

Esta segunda-feira será de muita conversa e de muito trabalho para o deputado federal Henrique Alves, presidente estadual do PMDB.



Chico da Prefeitura ameaça romper com Democratas


O vereador Francisco Dantas da Rocha (DEM) está a um passo de pedir desfiliação do partido ao qual está filiado desde que inicou sua carreira política, em 1988. Em seu sexto mandato, Chico da Prefeitura foi candidato a deputado estadual este ano e conseguiu quase 20 mil votos em Mossoró. Não conseguiu se eleger deputado, mas tinha a garantia da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) e do seu marido, o ex-deputado Carlos Augusto, de que seria prestigiado na cidade.

Até aqui, Rosalba só nomeou gente de sua indicação direta. Todos são da cota pessoal da governadora e dentre eles está o diretor do Detran em Mossoró, Jáder Luiz Henrique, um rosalbista histórico. Chico esperava que fosse indicado o seu irmão, João Batista Dantas da Rocha (Dão).

O vereador, indignado, disse que havia um compromisso de parte da governadora para fazer a nomeação. Ele ficou sabendo pelos jornais da nomeação de Jáder.

O assunto promete render, especialmente tendo em vista que Chico é polêmico. Aguardemos, pois.

sábado, 29 de janeiro de 2011

Secretário intervém e põe fim à greve na Casa de Saúde Dix-sept Rosado

A Secretaria da Cidadania negociou diretamente, através da Gerência Executiva da Saúde, com os servidores da Casa de Saúde Dix-sept Rosado para que os serviços prestados não fossem paralisados. Única maternidade da cidade, a CSDR estava prestes a parar totalmente porque os servidores decidiram entrar em greve.

Recursos
A Dix-sept Rosado não quis pedir à Cidadania a antecipação de recursos para que fosse feito o pagamento dos trabalhadores. Mesmo assim, a secretaria decidiu antecipar o dinheiro como forma de não deixar que o serviço fosse paralisado. Vai pagar na segunda-feira os procedimentos de dezembro, que aliás estão dentro do prazo estabelecido em lei dentro da sua burocracia.

Outros
O secretário Francisco Carlos cobrou mais seriedade no trato da saúde do povo. Ele disse à coluna que se não tivesse tomado a iniciativa, o problema não teria sido resolvido. Graças a Deus e pelo bem do povo, tudo acabou bem. Segunda-feira se não sair o salário dos servidores todos saberemos o porquê.
* Trecho da coluna Notas do Correio, publicada na edição de hoje (29/1/2011) do jornal CORREIO DA TARDE (www.correiodatarde.com.br)

Ciro Robson volta ao ar em fevereiro, agora pela TCM

O repórter policial Ciro Robson, o maior repórter policial de Mossoró, volta à telinha a partir de fevereiro. Ele foi convidado e aceitou fazer parte do programa Ronda Policial, da TCM. Ciro estava fora do ar há oito meses, quando saiu da TV Mossoró.

A contratação de Ciro Robson foi anunciada ontem à noite, em primeira mão, pelo cinegrafista e blogueiro Marcelino Neto, no seu blog O Câmera (http://www.ocamera.blogspot.com/).

Ciro Robson é polêmico, sem dúvida, mas é um grande repórter policial. Todos os dias está às 4h da manhã pulando de delegacia em delegacia, em busca de notícia. Conhece como ninguém o setor e, sem dúvida, é um grande reforço da TCM. Aliás, ser polêmico na opinião do blog não é demérito algum.

O blog comemora a contratação de Ciro por considerá-lo injustiçado na sua saída da TV Mossoró. Tanto que o programa que comandava nunca mais foi o mesmo depois da sua saída, apesar do esforço do também competente Carlos Cavalcanti, a quem o blog também estima.

* Na foto, Ciro é o que faz sinal de positivo. Ele está ao lado do amigo, Otoniel Maia, com quem apresentou o programa na TV Mossoró, os famosos "Dois Neguinhos"


Governo cria plantão de emergência para atender possíveis vítimas das chuvas

A governadora Rosalba Ciarlini determinou, no início da tarde de ontem, 28, a criação de um plantão para atendimento dos casos de emergência ou calamidade pública provocados pelas chuvas. “Vamos estar preparados para qualquer situação”, assegura a governadora, anunciando a integração de secretarias para a assistência aos moradores que sofrerem com inundações.

A princípio a população será atendida pelo telefone 193 (Bombeiros), mas depois será criada uma central de recebimento dos pedidos de assistência interligada com o sistema recentemente implantado pelo governo federal. O governo do Estado também irá reestruturar a Defesa Civil e controlar a situação de açudes e barragens. Aliás, já foram monitoradas 47 barragens, segundo o vice-governador e secretário de Recursos Hídricos, Robinson Faria. No RN são cerca de 4 mil, entre barragens e açudes públicos e particulares.

A Secretaria de Justiça e Cidadania também já dispõe de relatórios apontando os seis municípios considerados os pontos mais críticos: Jucurutu, Tangará, São Paulo do Potengi, Assú, Ipanguassu e Apodi.

O plantão de emergência ou calamidade foi criado numa reunião da governadora com os Secretários de Recursos Hídricos, Robinson Faria; Justiça e Cidadania, Thiago Cortez; Segurança, Aldair Rocha; Infraestrutura, Kátia Pinto; Gabinete Civil, Paulo de Tarso; Trabalho e Ação Social, Luiz Eduardo Carneiro; Diretor do DER, Demétrio Torres; Coordenador da Defesa Civil, cel. Aciolle; comandante da Polícia Militar, cel. Francisco Canindé Dantas; Comandante do Corpo de Bombeiros, cel. Araújo e subcomandante, tenente-coronel, Otto Saraiva.

Embora o plantão tenha sido criado durante essa temporada de chuvas, o governo quer mantê-lo para períodos de seca.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

TRE absolve Rosalba de processo movido por Iberê


Reunidos em sessão nesta sexta-feira (28), os juízes (foto) do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN) não acataram a tese de prática de abuso de poder econômico e uso indevido de meio de comunicação, apresentada pela coligação “Vitória do Povo”, encabeçada pelo ex-governador Iberê Ferreira de Souza (PSB), contra a atual governadora Rosalba Ciarlini (DEM), eleita em outubro de 2010. O relator da Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) de número 4709-68.2010.6.20.0000, desembargador Saraiva Sobrinho, destacou que não ficaram configuradas durante as entrevistas concedidas por Rosalba a TV Tropical, declarações de pedido de voto.

A Vitória do Povo alegava que a então candidata, entre 1o de janeiro e 30 de junho, utilizou a emissora, pertencente ao aliado e senador, José Agripino Maia (DEM), para alavancar a candidatura ao governo e que esta conduta teve potencialidade para influenciar no resultado do pleito. Segundo a coligação adversária, Rosalba foi entrevistada 104 vezes, em um total de 4 horas e 39 minutos, o que corresponderia a R$ 1, 376 milhão em valor comercial.

Paulo Sérgio Duarte da Rocha Júnior, procurador regional eleitoral, lembrou que temática sobre o mesmo assunto foi julgada anteriormente pelo TRE/RN, durante a campanha do ano passado e o entendimento – com apenas um voto em contrário - foi o de que não havia infração ao artigo 36-A, I, da Lei das Eleições. “Por coerência também não há de ser reconhecida ilicitude neste caso”, ressaltou o procurador ao acrescentar que laudo pericial indicou que o tempo total de entrevistas foi de 49 minutos e 22 segundos, tempo similar ao concedido a outros candidatos.

O advogado de Rosalba Ciarlini, Felipe Cortez, rechaçou a ideia de que a então postulante a chefia do Executivo norte-riograndense tivesse comprado horário na TV Tropical. Ela concedeu diversas entrevistas ao canal – sustentou – assim como fez o ex-governador Iberê Ferreira, “que deu milhares de entrevistas aos telejornais locais sobre problemas administrativos do Estado”. Cortez encerrou, destacando que apenas uma vez, Rosalba falou sobre pré-candidatura, o que a lei eleitoral não proíbe.

Saraiva Sobrinho finalizou seu voto, enfatizando que a quantidade de entrevistas concedidas pela postulante do DEM foi acima de um padrão normal, mas sem potencialidade para influenciar no pleito.

O posicionamento do relator, em consonância com o da Procuradoria Regional Eleitoral, foi seguido à unanimidade pelos demais juízes da Corte.

Esta parte da sessão foi presidida pelo juiz Ricardo Moura, atualmente o magistrado mais antigo em atividade na atual composição.

* Fonte: Ascom/TRE

Leonardo Nogueira diz que Larissa é responsável por crise na Dix-sept Rosado

O deputado estadual Leonardo Nogueira (DEM) fez duras críticas ao grupo político de oposição, liderado pelas deputadas Sandra e Larissa Rosado. Em entrevista a coluna Antenado, assinada pelo jornalista Carlos Skarlack (http://www.nomomento.com/), e que será apresentada na íntegra pelo programa Jornal Difusora, da Rádio Difusora de Mossoró, às 18h, nesta sexta-feira, 28, o parlamentar não apenas condenou a postura da oposição ao governo de sua mulher, Fafá Rosado.

Leonardo Nogueira afirmou que enquanto critica o governo Fafá, na área de saúde, Sandra e Larissa não fazem um bom gerenciamento da Casa de Saúde Dix-sept Rosado, da qual são proprietárias. O deputado foi mais além, e acusou que a crise na Casa de Saúde Dix-sept Rosado, começou quando Larissa Rosado foi sua diretora.

Dizendo que não sabe se houve desvio de recursos, ou qual o problema da Casa de Saúde Dix-sept Rosado, Leonardo Nogueiraa disse que a Prefeitura de Mossoró não deve nenhum centavo ao hospital.

A entrevista de Leonardo Nogueira será veiculada pelo Jornal Difusora, às 18h, desta sexta-feira, 28, na Rádio Difusora de Mossoró (http://www.difusoramossoro.com.br/).

Leonardo Nogueira também ironizou a forma de fazer política do grupo rosadista, dizendo que somente Sandra, Larissa e Layre Rosado Neto tem vez.

Para a disputa da Prefeitura de Mossoró, em 2012, ele citou como exemplo que o rosadismo já está fazendo campanha para Larissa.

"Mas se não for Larissa, é Layrinho e se não for Layrinho é Larissa", opinou.

O portal http://www.nomomento.com/ irá reproduzir o texto da entrevista neste sábado.


Trabalhador assalariado levaria 1.481 meses para receber PAE

Vendo as super-aposentadorias pagas a ex-governadores e o tal do PAE, que vai dá "direito" a juízes, membros do Ministério Público e parlamentares de receberem retroativos relativos a "auxílios-moradias", peguei a calculadora e comecei a levantar quantos meses seriam necessários para a o cidadão-comum receber aquilo que alguns poucos privilegiados neste país vão empalmar.
Só com a tal PAE - que está mais para mãe - o cidadão comum que ganha salário mínimo (R$ 540) teria de trabalhar 1.481 meses para alcançar os R$ 800 mil que alguns juízes e ex-juízes receberão de uma lapada só. Sabe quantos meses em média vive o brasileiro? 900 meses, levando-se em conta que estamos vivendo até os 75 anos.

Se não gastar nenhum centavo com coisa alguma e juntar o dinheiro todos os meses, o trabalhador assalariado levaria 48 meses para receber o salário de um deputado federal ou senador da República. Parece ironia: os deputados decidem em Brasília quanto você vai ganhar por mês, mas antes nós cidadãos os mandatos para lá para ganharem em um único mês tudo aquilo que ganharemos durante todo o seu mandato.

E olhe, caro leitor, que só estou falando dos subsídios, afora as outras despesas. Vou parar com os cálculos por aqui porque já estou ficando revoltado.



PMDB vai se reunir no domingo para decidir primeiro secretário

Ao ver os demais partidos com assento na Assembleia Legislativa se movimentando para buscar a primeira secretaria, o PMDB resolveu voltar atrás da sua decisão de entregar uma lista quádrupla para que o futuro presidente, Ricardo Motta (PMN), fizesse a escolha. Ricardo ficou incomodado com a decisão anterior do PMDB e preferiu não escolher - o nome de Poti Júnior chegou a ser dado como certo, mas enfrentou reações.
O fato é que de domingo não passa, garante o presidente do PMDB no Estado, deputado Henrique Alves. A reunião acontecerá à noite, na casa de Henrique, e terá uma solução definitiva.

Quatro deputados peemedebistas "disputam" o cargo: Poti Júnior, Nelter Queiroz, Gustavo Fernandes e Hermano Morais. Desses três, o blog tem a certeza de que Nelter não o será. Se o nome dele for o escolhido, o PMN devolve. Ou alguém acha que Ricardo Motta vai querer logo de cara um desgaste junto ao Governo Rosalba Ciarlini? Nelter e Rosalba são como água e óleo, não se misturam de jeito nenhum.


Ainda dá tempo de parcelar débitos com a Caern dispensando os juros

O prazo para quitação dos débitos com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), com descontos de até 100% nos juros, termina em 1º de março. A oportunidade oferecida pela empresa tem o propósito de retomar o atendimento aos que tiveram corte ou ramal suprimido até 31 de março de 2010, inclusive aqueles que estão utilizando o serviço de forma clandestina. A empresa quer que todos recebam e paguem, de forma justa, pela água tratada e coleta de esgotos oferecidas pela Companhia. A partir de março, a empresa vai efetuar o Registro de Negativação de Crédito no Comércio, enviando a relação dos inadimplentes para o SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) e Serasa (cadastro bancário). Para evitar que aconteça o bloqueio de crédito, além dos descontos nos pagamentos à vista, a Caern está parcelando os débitos em até 36 vezes mensais, na própria conta de consumo emitida pela empresa.

O assessor comercial da Caern, José Dantas, informa que a promoção vem desde o ano passado e restam agora 30 dias para encerramento do prazo, que não será prorrogado. Ele orienta os clientes a procurarem um dos escritórios de atendimento em todo Estado, citados nas contas emitidas pela empresa, ou Central do Cidadão que funciona, inclusive aos sábados. É importante apresentar CPF e uma conta anterior para localização do cadastro.

A oportunidade é oferecida para todos os clientes da capital e interior que podem negociar da seguinte forma: nos pagamentos à vista, desconto de 50% nos valores das multas regulamentares, taxas de corte/religação e períodos não faturados. Nos acréscimos como juros de mora e atualização monetária, a Caern está oferecendo 100% de descontos.

Parcelamentos
Nos parcelamentos, a empresa está oferecendo prazo de até três anos (36 parcelas) para pagamento dos débitos, com dispensa dos acréscimos nos juros e atualização monetária da dívida e do parcelamento, além do desconto de 50% no valor da multa. José Dantas lembra que o valor de cada parcela não pode ser inferior a 50% da tarifa mínima do respectivo cliente. Quem tiver com o serviço cortado por um período superior a dois anos, considerando a data do corte, sem faturamento da empresa, não recebe os benefícios da promoção.

Para quem já teve parcelamento anterior, o débito negociado nas contas já emitidas ou para cobrança futura, ficará mantido, sendo incluído na negociação. Todas as situações são analisadas individualmente, seguindo os critérios previstos na resolução da Diretoria da empresa. Os benefícios são aplicados a todos os clientes, inclusive os grandes consumidores, comerciais, industriais e público. No caso das prefeituras municipais, com os contratos de concessão vencidos, se optarem pela renovação dos mesmos, receberão as vantagens semelhantes aos consumidores particulares.

Os interessados nos benefícios podem procurar a Caern de segunda à sexta-feira, das 7h30 às 11h30 e 13,30 às 17h30, nos escritórios em Natal e interior do Estado. Nas Centrais do Cidadão, procurar o guichê da empresa, de terça a sexta-feira, das 9h às 21h e aos sábados, das 9 às 17h.


quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Betinho prepara "limpeza geral" no Programa do Leite em Mossoró


O deputado-secretário de Agricultura do Estado, Betinho Rosado (DEM), programa mudanças drásticas no Programa do Leite em Mossoró. A começar pelo comando da distribuição.

Usado como moeda eleitoral nos últimos anos pelo grupo das deputadas Sandra e Larissa Rosado (PSB), o programa ainda continua nas mãos dos aliados das parlamentares. Mas Betinho já mandou o recado: vai exonerar todos e trocar por gente de sua confiança.

Fala-se que deverá assumir a coordenação do Programa do Leite em Mossoró o ex-vereador Wellington Barreto, figura de estreita confiança de Betinho. Além dele, outros nomes deverão convocados para ajudar nesta nova tarefa.

A atitude de Betinho é mais uma demonstração de que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) não vai alimentar o grupo político de Larissa/Sandra, evitando assim que ele se capitalize para as eleições de 2012. Larissa é tida atualmente como candidata favorita à eleição. Mas vai perdendo a cada dia o seu capital eleitoral, por interferência de Betinho ou do deputado estadual Dr. Leonardo Nogueira (DEM).



RN tem mais de mil homicídios insolúveis até 2007

O Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça Criminais (CAOP Criminal) concluiu essa semana um levantamento sobre o número de inquéritos policiais abertos até 31/12/2007 e que ainda não foram concluídos.

Em todo o Estado foram abertos 1.188 inquéritos policiais de homicídios até 2007; sendo 233 provenientes de Delegacias Especializadas de Capital, 471 de Delegacias Distritais da Capital e 484 de Delegacias das Comarcas do Interior.

Essas informações foram repassadas pela Secretaria de Segurança Publica e pelo Poder Judiciário. Os números envolvem tanto inquéritos que nunca foram remetidos pelas Delegacias de Polícia ao Poder Judiciário quanto aqueles que já tramitam em Varas Criminais.

O objetivo desse levantamento é trabalhar as diretrizes da “Meta 2 – ENASP/CNMP”, que busca dar agilidade aos inquéritos envolvendo homicídios. Para isso, os Promotores de Justiça com atribuição criminal estão sendo orientados a dar prioridade no andamento desses procedimentos, trazendo para análise, a partir de 01 de fevereiro, todos os inquéritos policiais instaurados até 31/12/2007 no RN em que se encontrem, para fins de registro junto ao Poder Judiciário, para definir ser será oferecida denúncia, pedido o arquivamento ou a realização de diligências.

Os inquéritos policiais devem estar concluídos até 01 de julho. Para isso, a Coordenadora do CAOP Criminal, Fernanda Lacerda de Miranda Arenhart, se reuniu com o Secretário de Segurança Pública, Aldair da Rocha, para definir a efetivação de uma força tarefa de Delegados, agentes de polícia e escrivães para a realização das diligências e conclusão dos procedimentos, em especial para a região de Natal e Grande Natal, local que concentra o maior número de inquéritos policiais não finalizados.

O que é a ENASP?
A Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP) tem o objetivo de promover a articulação dos órgãos responsáveis pela Segurança Pública, reunir e coordenar as ações de combate à violência, além de traçar políticas nacionais na área. Lançada em fevereiro de 2010, a iniciativa é resultado de parceria entre os Conselhos Nacionais do Ministério Público (CNMP) e de Justiça (CNJ) e o Ministério da Justiça (MJ).

O grupo coordenado pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) desenvolve estratégias e ações para agilizar e dar maior efetividade à investigação, à denúncia e ao julgamento dos crimes homicídio, dentre ela a META 2 – ENASP/CNMP referente à finalização de todos os inquéritos policiais instaurados até 31/12/2007 até o prazo de 01/07/2011.

Descaso com Aeroporto de Mossoró faz Governo ser acionado na Justiça

Possíveis irregularidades na manutenção, reforma e serviços do Aeroporto Governador Dix-Sept Rosado, serão investigadas pela 4ª Promotoria de Justiça de Mossoró, segundo o Inquérito Civil Publicado no Diário Oficial do Estado. O objetivo é apurar os fatos e colher provas para embasar possível Ação Civil Pública, visando à responsabilização dos gestores, pelos eventuais atos de improbidade administrativa, por negligência à conservação do patrimônio público.

O aeroporto é administrado pelo Departamento de Estradas e Rodagens do RN -DER/RN. O ICP foi motivado por denuncias anônimas que chegaram a Promotoria de Justiça noticiando diversas irregularidade como a falta de sinalização integral na pista, inadequação do Farol de Aeródromo, que identifica o aeroporto e facilita pousos noturnos, falta de estrutura no terminal de passageiros como assentos e de climatização bem como de balcões para as futuras empresas aéreas; iluminação inadequada, presença de lixo nas proximidades do aeroporto, o que pode atrair urubus, falta de cerca no entorno do aeroporto, insuficiência de funcionários, entre outros.A denuncia também inclui a não realização de fiscalização, por parte da prefeitura do Município, da zona de proteção da pista, que impediria a presença de construções na área.

Afim de esclarecer a veracidade da denuncia o Promotor de Justiça José Hercy de Alencar, determinou o prazo de 20 dias para que o Governador do Estado do Rio Grande do Norte, o Secretário de Estado da Infra-Estrutura do Rio Grande do Norte, o Secretário de Estado do Turismo, e o Secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico encaminhe a Promotoria as informações sobre futuros projetos de reformas, manutenções, ampliações e melhorias dos serviços no Aeroporto, com objetos e cronograma, bem como as datas das 03 últimas reformas realizadas no prédio e seus respectivos contratos.

O Promotor de Justiça requisitou também ao CINDAC-3, ANAC e INFRAERO o encaminhamento de perícia técnica, com laudo, nas condições de operação do aeroporto, incluindo os vícios apontados e as soluções que serão adotadas.

* Fonte: Assessoria de Imprensa/MP


Bombeiros usam lonas para tentar conter parede de açude perigoso em Tangará

A Defesa Civil do Rio Grande do Norte, em parceria com engenheiros da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS), iniciaram obras emergências nos açudes Guarita e Gaspar, em Tangará, que correm risco de romper. Os trabalhos, que começaram na última terça-feira (24), são de ampliação dos sangradouros e colocação de lonas nas paredes dos açudes para evitar erosões.

A vistoria que motivou o início dessas obras foi realizada na última segunda-feira. Os dois reservatórios são abastecidos pelo Rio Trairi e pelo Rio do Chapado. Na ocasião, o Corpo de Bombeiros e os técnicos da Semarh orientaram a realização de medidas emergências no local.

Orientado pelos Bombeiros, as lonas já foram colocadas sobre a parede do reservatório Guarita e tratores intensificaram suas ações para retirar o volume de areia e vegetação que inibe a sangria dos açudes. De acordo com o Coronel Elizeu Lisboa Dantas, comandante do Corpo de Bombeiros, a situação é de normalidade, porém as medidas preventivas deverão continuar sendo executadas até o encerramento do período chuvoso onde uma nova série de obras permanentes deve ser executada.

Quatro prefeituras não entregaram prestação de contas de 2009 e 2010

Acatando sugestão da Diretoria de Assuntos Municipais (DAM), a Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado (TCE) aprovou, na sessão de hoje a adoção de providências para autuação de processos individualizados de apuração de responsabilidade das prefeituras e câmaras municipais, referente ao atraso nas prestações de contas pertinentes aos exercícios de 2009 e 2010.

“A gestão de bens e interesses públicos tem como decorrência natural à prestação de contas dos atos praticados por parte dos gestores. A prestação de contas possui sentido amplo, não devendo ser vista ou entendida apenas como demonstração quantitativa do manuseio de dinheiros públicos”, justificou o diretor da DAM, Humberto de Aragão Mendes Neto, lembrando que a Constituição e a Lei de Responsabilidade Fiscal determina que a verificação da observância de suas normas e limites está a cargo dos órgãos de controle externo (Poder Legislativo e Tribunal de Contas do Estado), bem como do Sistema de Controle Interno de cada Poder e do Ministério Público.

Diante da omissão do dever de prestar contas, os gestores poderão ser responsabilizados, inclusive com a imputação de multas e outras penalidades determinadas pela Legislação em vigor. Pelo levantamento da DAM, estão em atraso as seguintes prefeituras e câmaras municipais:

PREFEITURAS MUNICIPAIS - 2010

Barcelona (só entregou a 1° bimestre)
Brejinho (só entregou o 1° e 2° bimestres)
Felipe Guerra (não prestou contas)
Galinhos (só entregou o 1° bimestre)
Jardim de Angicos (não prestou contas)
Monte das Gameleiras (não prestou contas)
Paraú (não prestou contas)
Rafael Fernandes (só entregou o 1° bimestre)
Santa Maria (só entregou o 1° e 2° bimestres)
São Francisco do Oeste (só entregou o 1° e 2° bimestres)
Serra de São Bento (só entregou o 1° e 2° bimestres)
Severiano Melo (só entregou o 1° e 2° bimestres)
Tibau (só entregou o 4° bimestre)

CÂMARAS MUNICIPAIS - 2010

Carnaúba dos Dantas (entregou o 4° e 5° bimestres)
Espírito Santo (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)
Galinhos (não prestou contas)
Grossos (só entregou o 1° e 2° bimestres)
Jardim de Angicos (não prestou contas)
Maxaranguape (não prestou contas)
Montanhas (só prestou contas do 1°, 2°, 4° e 5° bimestres)
Monte das Gameleiras (só prestou contas do 1°, 2° e 3° bimestres)
Olho D’Agua dos Borges (só prestou contas do 1° bimestre)
Paraná (só prestou contas do 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
Rafael Fernandes (não prestou contas)
Rodolfo Fernandes (não prestou contas)
São Bento do Norte (não prestou contas)
Serra Caiada (só prestou contas do 1°, 2° e 4° bimestres)
Serrinha dos Pintos (só prestou contas do 1°, 3°, 4° e 5° bimestres)
Tibau (não prestou contas)


PREFEITURAS MUNICIPAIS - 2009

Jardim de Angicos (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
Felipe Guerra (não prestou contas)
Paraú (não prestou contas)
Tibau (não prestou contas)

CÂMARAS MUNICIPAIS - 2009

Acari (só prestou contas do 1° bimestre)
Barúna (prestou contas do 2°, 3°, 4°, 5° e 6° bimestres)
Carnaúba dos Dantas (só prestou contas do 1° bimestre)
Carnaúbas (prestou contas do 1°, 2°, 3° e 4° bimestres)
Francisco Dantas (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° 5° bimestres)
Galinhos (não prestou contas)
Ipanguaçu (prestou contas do 1°, 2°, 3° e 4° bimestres)
Jardim de Angicos (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)
Lagoa de Pedras (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
Maxaranguape (não prestou contas)
Patu (prestou contas do 1°, 2°, 3°, 4° e 5° bimestres)
Rafael Fernandes (prestou contas do 1°, 2° e 3° bimestres)
São Bento do Norte (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)
Serrinha dos Pintos (só prestou contas do 1°, 3° e 6° bimestres)
Tibau (só prestou contas do 1° e 2° bimestres)

Francisco José Jr. afirma que Câmara não tem dinheiro para verba de gabinete

O vereador-presidente da Câmara Municipal de Mossoró, Francisco José Jr. (PMN), disse ao blog que não tem dinheiro para pagar a verba indenizatória - também conhecida como verba de gabinete - dos seus colegas vereadores. Ele garantiu que nenhum dos 13 recebeu o recurso e que não há receita suficiente para isso.

Silveira, como o parlamentar é conhecido, disse ao blog que tudo se dá por causa do repasse feito pela prefeitura de Mossoró ao Poder Legislativo. Ele entende que houve um decréscimo "inexplicável e ilegal" na verba da Câmara Municipal.

"A Câmara vinha recebendo mensalmente cerca de R$ 949 mil. Os pouco mais de R$ 500 mil enviados este mês não correspondem aos 6% a que a Câmara tem direito, como determina a Constituição Federal", reclamou.

O vereador contou que com o dinheiro do repasse pagou todos os funcionários efetivos, os cargos comissionados, os subsídios dos próprios parlamentares e as outras despesas de aluguel, energia, água e material de expediente. "Não tem dinheiro para a verba indenizatória. Se eu tivesse pago ainda faltariam R$ 8 mil", garante.

O presidente voltou a apelar para que a prefeitura reveja a questão do repasse. Ele garantiu que se isso não ocorrer pretende acionar a Justiça para "fazer valer o Direito da Câmara".
Francisco José Jr. afirmou que não está brigando por mais dinheiro, mas pelo Direito da Câmara de receber aquilo que é seu.

Para ler mais sobre a polêmica há posts mais abaixo que explicam quanto foi repassado à Câmara neste mês.


Pedrinho da Flama, amigo pessoal de Carlos Augusto, é nomeado presidente da Jucern

O empresário Pedro Alcântara alves Lopes, também conhecido como Pedrinho da Flama, é o novo presidente da Junta Comercial do Estado (JUCERN). Pedrinho é amigo pessoal do ex-deputado estadual Carlos Augusto Rosado (DEM), marido da governadora Rosalba Ciarlini.

A nomeação do novo presidente da Jucern já era dada como certa nos bastidores. Ele, além de ser muito ligado a Carlos Augusto, é também do círculo de confiança do novo grupo mandatário do Estado.
Além de Pedrinho, outro nome de Mossoró nomeado no Diário Oficial de ontem foi a assistente social Maria das Dores Burlamaqui (Dorinha), que ocupará a subsecretaria de Planejamento e Gestão da Secretaria de Saúde. Dorinha ficará sediada em Mossoró e já procura prédio para se instalar na cidade.
O blog conhece os dois e os ver como capacitados para as funções para as quais foram nomeados.


* Foto: Azougue.com (www.azougue.com)



Defesa Civil de Mossoró já realiza trabalho preventivo para o inverno

A Comissão de Defesa Civil da prefeitura de Mossoró se reuniu hoje no Palácio da Resistência e apresentou as medidas preventivas que já foram tomadas com vistas à possibilidade de termos um inverno rigoroso este ano. Todos os setores da prefeitura estão mobilizados para prestar assistência à população, caso seja necessário, especialmente às pessoas que moram na zona ribeirinha.

O presidente da comissão, o secretário da Defesa Civil, Álber Nóbrega, disse que tão logo começaram a cair as primeiras chuvas, a prefeitura já procurou o chefe do Departamento de Climatologia, José Espínola, para se inteirar sobre as previsões. “Como vimos que há a possibilidade de chover mais do que a média, que é de 700 milímetros, logo começamos a mobilização, por determinação da prefeita”, contou.

Álber Nóbrega explicou que as equipes das Secretarias de Cidadania e suas gerências – Saúde, Desenvolvimento Social e Educação –, de Infraestrutura e Serviços Urbanos, Trânsito e Transportes já estão mobilizadas.

Na reunião, cada pasta anunciou o que já está fazendo. A Gerência do Desenvolvimento Social está visitando as famílias das áreas ribeirinhas já renovando o cadastramento anual que monitora o número de residências do lugar, bem como a quantidade de pessoas envolvidas.

As gerências de saúde e educação já preparam a estrutura para o caso de precisar receber famílias das áreas afetadas. Postos de abrigo e serviços de acompanhamento da saúde dessas pessoas já estão providenciados.

Na questão dos serviços urbanos, desde o mês de dezembro que a prefeitura está atuando em regime de mutirão na limpeza das bocas-de-lobo, galerias e conscientizando as pessoas com relação a descarte do lixo. “Tem muita gente que faz a sua sacola de lixo e joga na água na hora em que está chovendo para que esta seja levada. O problema é que ela vai desembocar num lugar onde as águas deveria escoar, trazendo transtornos para centenas de famílias”, explicou o secretário Alex Moacir.

Vários segmentos da sociedade estiveram presentes à reunião de hoje à tarde. Uma comitiva de seis vereadores esteve presente e todos disseram em uníssono que a prefeitura estava de parabéns por mobilizar a sociedade e trabalhar preventivamente. “O município está fazendo a parte dele e todos devem se irmanar em caso do inverno ser rigoroso novamente”, convocou o vereador Francisco Dantas da Rocha (Chico da Prefeitura, do Democratas).

Previsões
De acordo com o professor José Espínola, a tendência é de que chova acima da média em Mossoró, mas não deve ser algo como aconteceu em 2009, quando choveram mais de 1.300 milímetros. “Poderemos ter um inverno acima da média, mas não esperamos uma enxurrada”, disse ele, aos presentes.

Espínola lembra da importância de ações preventivas como as que estão sendo tomadas agora para evitar que as pessoa sejam vítimas como aconteceu no Rio de Janeiro. “A Comissão de Defesa Civil desde que começaram as primeiras chuvas liga para mim para que monitoremos e temos prestado este trabalho a Mossoró”, contou ele.

A Comissão de Defesa Civil já colocou à disposição um telefone para a população entrar em contato, inclusive neste período preventivo. No caso de haver algum lixo colocado na rua ou alguma galeria estar entupida, a população pode solicitar o serviço pelo 3315-2087.

quarta-feira, 26 de janeiro de 2011

Câmara de Mossoró não paga verba de gabinete a vereadores

O vereador Francisco Dantas da Rocha (Chico da Prefeitura-DEM) disse ao blog que até hoje, dia 26 de janeiro, ainda não foi pago o valor referente à verba indenizatória - também conhecida como verba de gabinete - aos vereadores que fazem parte da bancada governista. Ele se mostrou indignado com o fato.

Chico da Prefeitura criticou a atitude e disse não entender porque a verba de gabinete está sendo retida pelo presidente da Câmara, Francisco José Jr. (PMN). De acordo com ele, o valor repassado ao Poder Legislativo é suficiente para arcar com todas as despesas da Câmara."

"O vereador recebeu mais de meio milhão de reais, não tem porque atrasar os compromissos, até porque é um direito de cada parlamentar, ele não está fazendo favor algum", explicou.

O blog tentou entrar em contato com Francisco José Jr. (PMN), mas não conseguiu. Vamos continuar tentando para ouvir a sua versão.

Servidores da CSDR pedem comida na rua; Sandra e Larissa vão para a Disney

Deu no blog do Gutemberg Moura (www.gutembergmoura.com.br):

Os servidores da Casa de Saúde Dix-sept Rosado (CSDR) iniciaram esta semana, uma campanha de arrecadação de alimentos junto à comunidade para suprir suas necessidades de alimentação.

E até armaram uma "barraquinha" na praça dos hospitais (foto) para o recebimento das doações.

O Sindicato dos Funcionários da CSDR denuncia que seus filiados estão com os salários atrasados e seus direitos trabalhistas desrespeitados pela direção da Casa de Saúde, que deixa de recolher FGTS e pagar férias.

De acordo com a denúncia do sindicato, os servidores estão sem dinheiro até para pagar a conta de luz e água. O "braço" político da CSDR não veio a público se pronunciar sobre a denúncia da entidade sindical.

Enquanto os servidores da CSDR sofrem os efeitos dos salários atrasados, os representantes políticos do hospital, deputadas Sandra e Larissa Rosado estão fora do Brasil. Notícias veiculadas pela imprensa da Cidade dão conta de que as parlamentares viajaram de férias para a Disney, nos Estados Unidos (EUA).

No sistema de comunicação das deputadas rosadistas (Rede Resistência de Comunicação) a crise financeira da CSDR é ignorada. O silêncio sobre o protesto dos servidores do hospital é "sepulcral".

Corpo de Bombeiros do RN suspende arrecadação de donativos para as vítimas do RJ

Atendendo a recomendações do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro, os pontos de arrecadação de donativos do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte estão suspendendo, temporariamente, o recebimento de doações para os desabrigados da região serrana do RJ, a partir da próxima sexta feira, dia 28. A suspensão da arrecadação por parte do Corpo de Bombeiros do RN foi motivada pelo grande número de doações que estão chegando ao Rio de Janeiro oriundas de vários Estados do País.

“A Campanha de Arrecadação no Rio Grande do Norte superou as nossas expectativas. Os postos de arrecadação do Corpo de Bombeiros de Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros receberam mais de 2,5 toneladas de doações entre alimentos não-perecíveis, água, produtos de higiene, roupas, entre outras. A nossa ação daqui por diante será agilizar o transporte deste material através de uma companhia área que está dando o suporte logístico”, disse o coronel Elizeu Lisboa Dantas, Comandante Geral do CBMRN.

Nesta quinta feira, 27, mais uma centena de caixas contendo doações estarão sendo transportadas ao Rio de Janeiro através da Web Jet, empresa de aviação aérea que faz vôos entre o Rio Grande do Norte e o Rio de Janeiro. A parceria com a empresa de aviação foi firmada com o apoio da Cruz Vermelha do Estado.

"Estamos priorizando o transporte de alimentos, água potável e produtos de higiene. De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde e Defesa Civil do Rio de Janeiro o envio de roupas para o RJ não é uma ação emergencial no momento. Assim que os alimentos forem levados encaminharemos as demais doações", disse o Coronel Elizeu Dantas.

Apesar da suspensão temporária da arrecadação nos postos do Corpo de Bombeiros, a Campanha SOS Rio de Janeiro realizada pela Defesa Civil Municipal e a Cruz Vermelha do RN continua. O posto de arrecadação destes órgãos fica localizado no Portão 2, do Ginásio Machadinho, em Natal.

PM libera Nogueirão para jogos do Campeonato Estadual




FÁBIO VALE
Do Correio da Tarde

Tudo indica que se encerrou mais um capítulo da novela "liberação do Nogueirão". O laudo da Polícia Militar de Mossoró atesta que o estádio Professor Manoel Leonardo Nogueira, localizado no bairro Nova Betânia, está "apto com restrições". O documento confeccionado com base em vistoria realizada pela corporação dá aval positivo para a liberação do Nogueirão. O laudo destaca que as ressalvas em relação a alguns itens devem ser sanadas no decorrer da temporada. A informação foi confirmada na manhã de hoje (26) pelo Capitão da PM, Maximiliano Luiz Bezerra Fernandes.

Segundo o Capitão Max, após a conclusão da confecção do laudo, que até o fechamento desta matéria (12h) ainda estava sendo elaborado, o documento será enviado para a Liga Desportiva Mossoroense (LDM), entidade que administra o estádio. A LDM tem a responsabilidade de encaminhar o laudo para a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) que é quem, junto com o Ministério Público, dá o aval final com relação a liberação do Nogueirão.

Ainda de acordo com o Capitão Max, as exigências de segurança que constam no Estatuto do Torcedor e que continuam sendo descumpridas no estádio Nogueirão são: plano de ação para policiamento interno e externo; participação da Polícia Civil; monitores operacionais treinados para orientação de torcedores; efetuação de um gerente de segurança; catracas removíveis em cada entrada; bilheteria para cada torcida; modificação do alambrado que dá acesso ao campo; participação do Juizado Especial Criminal e Certidão de Capacidade Oficial do Nogueirão. "Esperamos com as correções sejam feitas até lá para garantir o uso do Nogueirão pelos times de Mossoró", salientou o capitão, acrescentando que a PM está apenas cumprindo o que exige o Estatuto do Torcedor.

Termina hoje, dia 26, o prazo para a LDM entregar à FNF os laudos da Polícia Militar, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio Grande do Norte (CREA-RN), Vigilância Sanitária e 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros para liberação do estádio para a realização de jogos do Campeonato Estadual 2011. A competição tem início neste domingo, dia 30. O Estádio Nogueirão deve sediar os jogos no Estadual nos quais o Potiguar ou o Baraúnas tem mando de campo. Em contato, por telefone, com o Corpo de Bombeiros, O CORREIO DA TARDE não conseguiu falar com o Comandante da unidade, responsável também pela emissão de um laudo sobre a liberação ou interdição do Nogueirão.

Vistoria
O estádio Leonardo Nogueira recebeu ontem (25) a vistoria do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar para o Campeonato Estadual. Antes, a Vigilância Sanitária e o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (CREA-RN) havia feito a inspeção e aprovado a estrutura. O laudo técnico dos Bombeiros e da Polícia está previsto para sair hoje (26). A expectativa é que o resultado para com o laudo do Corpo de Bombeiros também seja positivo, mesmo com ressalvas. Com isso, o estádio Nogueirão deve ser liberado hoje pela Polícia Militar e também pelo Corpo de Bombeiros para receber jogos amistosos e oficiais.

Caso se confirme a aprovação do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, o Nogueirão estará apto para receber os jogos do Campeonato Estadual 2011, já partir do próximo domingo, 30, com o jogo entre o Baraúnas e o América, programado para 17 horas, já que os laudos da Vigilância Sanitária e do Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Rio Grande do Norte (CREA/RN) já estão atualizados.


* Matéria publicada na edição de hoje 26/1/2011 (www.correiodatarde.com.br)

Rosalba leva apoio às vítimas das enchentes em Jucurutu; prefeito culpa o DNOCS


Depois de sobrevoar a região alagada de Jucurutu, a governadora Rosalba Ciarlini, acompanhada pelo secretário de Estado da Justiça e da Cidadania, Thiago Cortez, e da secretária de Estado da Infraestrutura, Kátia Pinto, foi recebida pelo prefeito do município, Júnior Queiroz.

A comitiva visitou os locais mais graves para ter uma visão mais clara da situação. As chuvas que caíram no último domingo (23) e só pararam na madruga da segunda-feira (24), provocaram grandes estragos no bairro Vila Santa Izabel e no Conjunto do DNOCs. Ao todo, 135 casas foram inundadas.

O comerciante José Antonário, de 63 anos, perdeu todos os produtos da mercearia. "Estou calculando que meu prejuízo está perto dos R$ 100 mil", disse ele, que além do mercadinho perdeu também todos os móveis da residência, que fica ao lado do ponto comercial. Ele está alojado na casa de parentes enquanto aguarda a água secar para que possa retornar com a família.

Segundo informações do prefeito Júnior Queiroz, o problema de alagamento no município é antigo, mas nunca tinha acontecido nas proporções atuais. "Já foram registrados vários alagamentos no Conjunto do DNOCs, só que antes eram atingidas apenas 15 casas. Tanto que o órgão está construindo 15 moradias para transferir essas famílias, em um terreno doado pela Prefeitura, mas as obras estão paralisadas por causa de entraves burocráticos", disse. O prefeito revelou também que o DNOCs colocou diques de contenção de água e três bombas para evitar problemas como o que aconteceu. "Só que o DNOCs não vem realizando a manutenção nem vem acompanhando a situação desses equipamentos", denunciou Junior Queiroz. "Comuniquei diversas vezes ao órgão que a manutenção nas bombas e nos diques deveria ser feita com frequencia, mas nunca fui ouvido', completou.

Na manhã desta quarta-feira (26), o nível das águas já tinha baixado um pouco. Mas o sufoco passado pelas famílias foi grande. A Defesa Civil do Estado trabalhou duro para ajudar as vítimas. "Foi preciso dois mergulhadores do Corpo de Bombeiros para abrir à força as comportas para escoar as águas", informou o secretário Thiago Cortez. Ele disse que o Corpo de Bombeiros está fazendo um relatório para identificar as causas do incidente. O documento será enviado ao Ministério Público Estadual e ao Ministério Público Federal para cobrar providências urgentes do DNOCs.