terça-feira, 3 de agosto de 2010

Governo inicia construção de três centros profissionalizantes; um em Mossoró

O Governo do Estado, através da Secretaria da Infra-Estrutura (SIN), iniciou as obras para a construção dos três primeiros centros profissionalizantes do Rio Grande do Norte. A previsão é que até o final do ano seja dada a ordem de serviço para a implantação de mais sete centros de educação profissional.

Os municípios contemplados nesta primeira etapa são: Mossoró, Alto do Rodrigues e Parnamirim. A construção de cada centro está orçada em cerca de R$ 5,5, recursos do Governo Federal em parceria com o Governo do Estado. As obras, que já foram iniciadas, estão na fase da terraplanagem. O prazo para conclusão das novas unidades é de 10 meses.

Segundo o secretário da Infra-Estrutura (SIN), Dâmocles Trinta, o governo trabalha para antecipar o cronograma com o objetivo de entregar os centros o mais breve possível. "Estamos empenhados em cumprir os prazos e até antecipar o cronograma. Nos próximos trinta dias estaremos iniciando as obras de mais dois centros no município de São Gonçalo do Amarante", anuncia Dâmocles.

Até o final do ano, o Governo do Estado deve abrir concurso público para professor a fim de colocar em funcionamento os centros de educação profissional e tecnológica. "Escolas como essa precisam de professores especializados, por isso precisamos realizar esse concurso", frisou o governador.

Estrutura
Cada centro terá 10 salas de aula com capacidade para atender 1.500 alunos; três laboratórios; salas para coordenação; anfiteatro com capacidade para 400 pessoas; quadra de esportes e será dotado de estrutura de banheiros e refeitório.

Os 10 centros profissionalizantes serão implantados em Mossoró, Alto do Rodrigues, Natal (no conjunto Parque dos Coqueiros e no bairro Pitimbu), São Gonçalo do Amarante (nos bairros Golandim e Santo Antônio), Tibau, Extremoz e Ceará-Mirim. As escolas profissionalizantes serão dotadas de toda infra-estrutura necessária para o aprendizado teórico e prático de segmentos profissionais como computação, mecânica e informática.

Em Mossoró, a unidade de ensino será construída em terreno cedido pela Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), no bairro Costa e Silva. Ali, serão oferecidos cursos de biocombustível, petróleo e gás, segurança do trabalho e edificações, levando em conta a vocação econômica da região. A unidade terá capacidade para qualificar mais de 7.000 pessoas não só de Mossoró, mas de toda a região Oeste.

Nenhum comentário: