quarta-feira, 26 de maio de 2010

Vamos ver se Sandra terá a mesma transparência

Conforme postagem abaixo, o município criou o seu Portal da Transparência. Uma iniciativa que merece elogios, claro, porque vai de encontro ao princípio da publicidade, estabelecido pela Constituição da República. O assunto deveria ser tratado apenas até o ponto anterior, mas diante da torcida velada de alguns membros do grupo da deputada Sandra Rosado (PSB), inclusive de um vereador que eu não lembro o nome agora, para que o portal não saísse, fica a pergunta no ar: afinal de contas, por que a deputada não determina que a Apamim, entidade filantrópica liderada por ela, não faça o mesmo?

Cobrou-se da prefeitura - leia-se da prefeita Fafá Rosado - que se tratasse os recursos públicos com transparência. Feito o portal, a cobrança agora volta para o outro lado. Com o que foram gastos os R$ 10.015.546,91 recebidos no ano passado só da prefeitura - afora as transferências do Governo Federal a partir de convênios? E com os R$ 3.506.776,73 repassados este ano?

Será que a deputada e os diretores do hospital, indicados por ela, teriam coragem de publicar todo o balancete? Espero que sim. Torço de verdade que isso aconteça.

Mas, como sou prevenido, vou botar uma rede lá em Tibau e esperar de frente para a brisa do mar, para ver se não esqueço.

Em tempo: a Apamim e seus diretores respondem há mais de 30 processos nas Justiças estadual e federal por conta de suposta malversação de dinheiro público e/ou não-pagamento de contas básicas. Será que o problema é dinheiro?

Um comentário:

Anônimo disse...

Meu caro amigo Pedro Carlos,seria interessante que o tal Lairinho usasse o plenário da câmara para justamente trazer essas prestações de contas da Apamim,e sugiro que os nobres vereadores Jório Nogueira e Genivan Vale ficassem do lado do povo e exigissem tb que o tal Lairinho trouxesse essas prestações de contas e deixassem a disposição do povo,mas pra ser sincero eu DUVIDO que ele faça isso.