terça-feira, 25 de maio de 2010

Natal institui sistema de bilhetagem eletrônica para transporte coletivo



Donos de transportes alternativos agradecem a Micarla pela coragem de homologar bilhetagem eletrônica para o setor


Depois de várias reuniões entre a Prefeitura do Natal e os permissionários do transporte alternativo, chegou-se a um consenso para o transporte alternativo de Natal. A prefeita Micarla de Sousa homologou na manhã nesta terça-feira (25), a bilhetagem eletrônica nos opcionais. A medida se configura como a primeira etapa para a possível adoção de um cartão único a ser utilizado em ônibus e alternativos da capital.

“A autorização da Prefeitura para que o transporte opcional possa utilizar a bilhetagem eletrônica é o primeiro passo para que a unificação do sistema possa acontecer e quem vai ganhar com isso é a população usuária do transporte coletivo. O sucesso da bilhetagem eletrônica no transporte opcional vai depender agora da qualidade do serviço prestado nos alternativos”, declarou a prefeita Micarla de Sousa.

Além da chefe do executivo municipal participaram da solenidade o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Renato Fernandes, a presidente do Sindicato dos Permissionários do Transporte Alternativo de Natal (Sitoparn), Edileusa Queiroz e a presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Seturn), Adriana Flor.

Com a homologação, os alternativos já poderão adotar um sistema exclusivo de cartões eletrônicos. Porém, o objetivo da Prefeitura é discutir e mediar com os permissionários dos opcionais e as empresas de ônibus a adoção futura da unificação de ambos, através de um único cartão magnético. “Agora é só o começo da vitória do nosso sistema, principalmente para o usuário que precisa diariamente do transporte público”, discursou a presidente do Sitoparn, Edileusa Queiroz.

“Nós temos que primeiro acompanhar como vai funcionar a bilhetagem nos alternativos para depois começar a discutir a unificação do sistema do transporte coletivo”, explicou o secretário da Semob, Renato Fernandes.

Atualmente, existem em Natal 177 permissionários do transporte opcional, mas apenas 123 estão em operação. “Como não tinham a bilhetagem muitos deles deixaram de operar, mas agora terão a chance de se reestruturar e voltar à ativa”, completou Edileusa Queiroz.

Qualificação
Como forma de estimular o crescimento e a qualificação do transporte opcional, durante uma semana, de 12 a 17 deste mês, a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) promoveu para cobradores e motoristas do transporte opcional um curso de qualidade no atendimento ao usuário, com o objetivo de melhorar o desempenho dos profissionais na prestação dos serviços para a população.

O conteúdo do curso, com carga horária de 20 horas/aula, incluiu vários assuntos, entre eles relações interpessoais, segurança no trânsito, direção defensiva, atendimento de urgência, responsabilidade civil e criminal no trânsito, Estatuto do Idoso, e principais reclamações do sistema de transporte opcional.


EM TEMPO: Sem dúvida uma grande vitória da população que não fica submetida apenas ao humor dos empresários do setor de transporte coletivo. A prefeita Micarla de Sousa (PV) está de parabéns.

Um comentário:

Guilherme Henrique disse...

Pedro, acho que fui mal interpretado com o meu comentário sobre as obras do complexo viário,eu disse que a obra está muito vagarosa,pois passo todo dia no cruzamento da joão da escóssia com a br e não vejo nenhum movimento naquela área.A última informação que tive foi pelos meios de comunicação , é que a obra estava próximo a rodoviária e isso já faz um bom tempo.Desculpa se não comseguir expor a minha informação bem.Estou falando isso,pois li em sua coluna no correio da tarde o comentário sobre as obras do pac na cidade.Origado e desculpa novamente.