quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Fafá garante que construirá quarta UPA de Mossoró até o final do seu segundo governo

Foto: Carlos Costa - Assecom/PMM
Prefeita Fafá Rosado visita obra de construção da UPA do Belo Horizonte: nova UPA será construída entre os Abolições


A prefeita Fafá Rosado visitou, na manhã desta quinta-feira, a obra de construção da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro Belo Horizonte e afirmou que a quarta UPA será edificada em área próxima aos conjuntos habitacionais Abolição III e Santa Delmira. “Até o final da nossa administração, a meta é fecharmos todas as regiões da cidade para que a população seja atendida 100% pelas UPA’s”, disse a prefeita, acrescentando que o modelo pioneiro no Brasil chamou a atenção do Ministério da Saúde.

A UPA do Belo Horizonte está em processo de conclusão e a prefeita afirmou que vai procurar o Ministério da Saúde no sentido de ver a possibilidade de parceria para a aquisição de equipamentos. “Vamos procurar o ministério para e propor parceria para que possamos adquirir os equipamentos necessários”, disse.

As duas Unidades já em funcionamento – nos bairros Alto de São Manoel e Santo Antônio – foram edificadas e equipadas com recursos próprios. Nesse sentido, a prefeita comenta que, se não for possível a parceria com o Governo Federal, a Prefeitura de Mossoró não deixará a população do Belo Horizonte sem a UPA. “Todas as UPA’s foram construídas e equipadas com recursos próprios e vamos, se o ministro Temporão não sinalizar para uma parceria, viabilizar tudo o que essa nova UPA necessita. Não vamos deixar a população sem atendimento”, afirma.

A prefeita já solicitou os equipamentos ao Ministério da Saúde. “Se o Governo Federal quiser nos ajudar em equipamentos, aceitaremos, mas da edificação da UPA cuidamos nós. A estrutura de nossas UPA’s é melhor do que o modelo proposto pelo Ministério da Saúde. O que construímos é para durar 100 anos. Essa UPA do Belo Horizonte será melhor do que a do Santo Antônio, e a do Santo Antônio já foi melhor do que a do Alto de São Manoel. Isso quer dizer que pensamos na qualidade dos serviços.”

A prefeita projeta que cerca de 50 mil pessoas devem ser atendidas pela nova UPA, seguindo os números verificados nas outras duas Unidades de Pronto Atendimento. Para Fafá Rosado, o investimento no setor da saúde evidencia que existe uma preocupação da Prefeitura Municipal em garantir melhoria contínua no que diz respeito ao atendimento.

Nenhum comentário: