segunda-feira, 29 de junho de 2009

Micarla em Lisboa: 'Resolvemos não aderir à crise'


Localização estratégica, clima propício e segurança jurídica garantida. Estas foram algumas vantagens ressaltadas pela prefeita de Natal, Micarla de Sousa, aos empresários portugueses participantes da Rodada de Negócios de Lisboa, realizada na manhã de hoje dentro da programação da Semana de Natal em Lisboa. Com uma apresentação intercalada pela exposição de números e vídeos sobre Natal, Micarla convocou os empresários portugueses a conhecerem em detalhes as oportunidades de investimentos que se abrem em Natal. “Na nossacidade, o investidor tem tratamento especial. Podem ficar certosdisso. Muitos deles vieram aqui e vocês poderão conversar diretamente.

Resolvemos não aderir à crise. Essa palavra não existe em nosso vocabulário. Enquanto uns reclamam. Nós cruzamos o Atlântico em busca de potencializar novos negócios”, afirmou a prefeita, arrancando aplausos dos empresários presentes ao encontro.

“Senhores empresários, vocês precisam entender porque Natal é o melhor destino para os vossos investimentos”, declarou Micarla, antes de iniciar a exposição dos números. “É na crise, na adversidade, que as ações ousadas rendem bons frutos”, disse, citando dados oficiais da Secretaria de Turismo do Rio Grande do Norte, que aponta que, em 2008, mais de dois milhões de turistas visitaram Natal. Lembrou ainda a prefeita da proximidade entre a capital potiguar e Lisboa, a apenas sete horas de vôo sobre o Atlântico, e a similaridade da língua.

Na apresentação, a chefe do executivo municipal destacou que Natal é a capital menos violenta do Brasil, apesar de ser a 21ª cidade mais populosa. Informou que a cidade ocupa a sexta posição entre as cidades mais visitadas por turistas do Brasil. “E, com muito orgulho, a primeira mais visitada por portugueses. Natal acaba de ser eleita pela Associação das Agências de Viagens Independentes do Estado de São Paulo como melhor destino turístico do Brasil”, comemorou.

O número de leitos turísticos (aproximadamente 28 mil), o título de quarta melhor cidade do Nordeste para se trabalhar, e o fato de possuir o 5º maior poder de compra no Brasil, também foram ressaltados pela prefeita. “Nossa economia tem o Turismo como carro-chefe, mas também temos grande representatividade de setores como comércio e a construção civil”, destacou Micarla de Sousa, lembrando que, somente a construção civil da capital movimentou, em 2008, 450 milhões de reais em investimentos em novos empreendimentos imobiliários, nos lançamentos empreendidos.

A gestora lembrou ainda do desenvolvimento do projeto do Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, da Marina de Natal, do Plano de Desenvolvimento Sustentável do Turismo e das oportunidades de negócios possibilitadas pelo fato de Natal ter se transformado numa das sedes da Copa do Mundo do Brasil em 2014.

Nenhum comentário: